Eu tenho um fascínio especial pelos cafés históricos, eles sempre estão no meu roteiro de viagem. Mas nenhum até hoje me trouxe maior admiração do que o Caffè Pedrocchi, em Padova. Ele estava na minha lista de lugares para conhecer havia 2 anos e, quando em julho deste ano passei uma semana inteira em Padova (leia aqui), não só fui conhece-lo, como me tornei frequentadora assídua!

Na verdade, entrar naquele edifício neoclássico  construído para abrigar um dos cafés mais antigos (1831) e famosos do mundo poderia ser  motivo suficiente para você visitar Padova, mas a cidade tem muito, muito mais a oferecer, confira neste post aqui.

IMG_0156_598x337

O estabelecimento, que até 1916 funcionou 24 horas por dia, não possuía portas e além de servir como um “corredor” para ir de um lado ao outro da praça, acomodava, além da alta burguesia padovana, os inúmeros estudantes e intelectuais da Universidade de Padova, que fica bem em frente.

O prédio se dividia em duas zonas bem distintas: o Caffè e o Ridotto.

O Caffè podia ser frequentado por qualquer um, já o Ridotto era reservado para a “nata” da sociedade padovana e ali, além de bailes e festas, aconteciam também encontros de negócios e  reuniões secretas massônicas.

No térreo, onde fica a cafeteria existem 4 salas elegantemente decoradas: a sala verde, a sala rossa (vermelha), a sala gialla (amarela)  e a sala bianca. No pavimento superior (Piano Nobile) funciona hoje o Museo del Risorgimento.

IMG_0162_600x337

As salas – verde, vermelha e branca – reproduzem as cores da bandeira italiana.

Todo dia passava ali para meu cappuccio/cornetto e como sou fiel a esta dobradinha, acabei não experimentando os outros doces da pasticceria. Mas sugiro que experimentem o café carro-chefe da casa: o Pedrocchino, feito com menta, panna e cacao.

IMG_0164_600x337

IMG_0161_600x338

IMG_0157_600x338

IMG_0168_600x337

 NA PRÁTICA

Onde fica: o Caffè Pedrocchi fica bem no  centro histórico da cidade, na Via VIII Febbraio, 15.

Tradição: até hoje mantem a tradição de acolher a todos, isto significa que você pode entrar lá para descansar, ler o jornal, usar gratuitamente o wi-fi e tomar um copo d´àgua sem pagar nenhum tostão!

Sitehttp://www.caffepedrocchi.it

Leia também

Compartilhe!

Sobre o autor

Ana Grassi é especialista em língua, cultura e turismo para a Itália. Fundadora, autora e editora do blog ITALIAna, trabalha como travel designer há 10 anos; isso quer dizer que realiza o sonho dos viajantes que querem conhecer a Itália, com um roteiro personalizado e exclusivo!

Deixe uma Resposta