No post anterior contei como Padova possui muitas maravilhas.

Bem pertinho da Basílica de Santo Antônio tem muita coisa deslumbrante para ver! Não se limite à igreja!

Aqui, apresento um roteiro que considero ideal. Não foi exatamente o que eu fiz, pois peguei alguns dias chuvosos, em outros tive reuniões, e assim tive que adapta-lo um pouco às minhas necessidades.

Minhas filhas me acompanharam nesta viagem e o roteiro se adapta bem às férias familiares, com muita convivência, cultura e momentos maravilhosos de dolce far niente.

Dia 1 – Vou considerar que você está chegando de Milão e, neste caso, você só verá Padova à tarde.

A partir de Milão, para chegar Padova, pegue um trem. O Frecciabianca faz o percurso em 2h07, parte a cada meia hora da estação central de Milão e custa 34 Euros.

Depois de relaxar um pouco no hotel (no nosso caso foi um apartamento lindo: o Belludi Home), vá direto para a segunda maior praça da Europa e maior da Itália: Prato della Valle. Uma caminhada depois de horas de avião vai cair muito bem! Jante na Trattoria al Prato, bem na frente da praça, que oferece cardápio com ingredientes típicos da região e uma linda vista.

trattoria-al-prato

Trattoria al Prato: vista linda e comida deliciosa!

Dia 2 – Imagino que você esteja super ansioso para ver O Santo. E é pra lá que vamos hoje.

Basílica de Santo Antônio oferece um percurso para o peregrino; logo na entrada você pega um folheto explicativo, executa todos os passos da peregrinação e ao final recebe um certificado de peregrino de Santo Antônio. Eu fiz, claro!

DICA DA ANA: Se for conhecer a Basílica como se deve, reserve toda a manhã para isso.

Bem pertinho da Basílica está o Horto Botânico mais antigo do mundo! O jardim não é tão grande, em duas horas você vê tudo.

Se estiver com pique, alugue uma bicicleta e faça um passeio pelas margens dos canais que circundam a cidade. É tudo bem plano, dá pra ir sem se cansar, mas se preferir uma coisa mais leve, vá conhecer a igreja de Santa Justina.

Basilica-santo-antonio

Basílica de Santo Antônio

basilica-santo-antonio

Basílica de Santo Antônio ao anoitecer

Horto-botanico-padova

Visitamos o Horto Botânico debaixo de chuva!!

padova-riviera

Encontramos cantinhos lindos durante o passeio de bicicleta

Dia 3 – Faça uma caminhada pelas ruas de comércio da cidade, a Via Umberto I e Via Roma, exclusivas para pedestres – e bicicletas. Mas não olhe só as vitrines, saia dos pórticos, olhe para cima e vá admirando os edifícios históricos. Um mais bonito que o outro!

Ao final da Via Roma você chegará no mais famoso e elegante café da cidade: o Caffè Pedrocchi. Pausa para um cappuccino e um brioche.

Aproveite para conhecer a segunda universidade mais antiga da Europa, que fica no Palazzo Bo bem em frente ao Pedrocchi. Galileo Galilei ensinou nesta universidade e ali se formou a primeira mulher. O ponto alto da visitação – que dura 50 minutos – é a Sala de Anatomia, a mais antiga e preservada do mundo.

Dirija-se ao Palazzo della Ragione, em seu primeiro andar funciona um mercado, você pode almoçar por ali mesmo. Nas duas praças que envolvem esta construção – Piazza delle Erbre e Piazza della Frutta – acontece todo dia uma feira de frutas e verduras.

Que tal comprar um panino e umas frutas para um pic nic amanhã?

No segundo andar do Palazzo está uma enorme sala pênsil com mais de 500 afrescos.

Passe o restante da tarde caminhando pelo centro histórico. Se quiser fazer compras, ali mesmo você vai achar ótimas lojas de departamento como a La Rinascente, Coin, Upim e também boutiques das grandes marcas.

Sente-se em uma das praças para um spritz…Sim, spritz time!!! E para fechar o dia que tal uma pizza? Sugiro a PePen na Piazza Cavour.

via-umbertoI

Pelas ruas históricas de Padova

Caffe-pedrocchi

O Café mais charmoso e antigo da cidade

palazzo-ragione

O Palazzo della Ragione parece um barco de cabeça para baixo

palazzo-ragione

O teto do Palazzo della Ragione é todo afrescado!

mercato-padova

Barraquinhas coloridas do mercado diário da Piazza della Frutta

praça-padova

Praças lindas por todo o centro histórico

Dia 4 – Padova possui quilômetros de afrescos, mas a obra prima de Giotto é imperdível e está na Cappella degli Scrovegni. Além da capela, com o mesmo ingresso dá para conhecer também o Museu Arqueológico e o Museu de Arte Medieval.

DICA DA ANA: faça a reserva da visita neste link e não fique na fila.

À tarde você pode fazer um pic nic na praça Prato della Valle, ou fazer um bate e volta para Treviso, a cidade conhecida como Piccola Venezia e que fica a apenas 40 minutos de trem de Padova.

Leia sobre Treviso neste post aqui.

 picnic-padova

Pic nic na praça Prato della Valle

terviso

A charmosa Treviso!

Suas férias padovanas chegaram ao fim… Se quiser continuar por aqui, pode utilizar a cidade como base para conhecer Veneza, Bolonha, Verona, Vicenza; todas encontram-se a menos de uma hora de trem de Padova.

Gostou? Pretende usar o roteiro? Deixe sua opinião!

NA PRÁTICA

Consulte horários de trem no site da Trenitalia: www.trenitalia.com

Para reservar o ingresso na Cappella degli Scrovegni: http://www.cappelladegliscrovegni.it/index.php/it/

Para saber o horário da visita à Universidade: http://www.unipd.it/visite-guidate-palazzo-bo

Para horário de abertura do Horto Botânico :http://www.ortobotanico.unipd.it/

Trattoria al Prato: Piazza Prato della Valle

Pizzaria PePen: Piazza Cavour, 15 –http://www.pepen.it/



Booking.com

Compartilhe!

Sobre o autor

Ana Grassi é especialista em língua, cultura e turismo para a Itália. Fundadora, autora e editora do blog ITALIAna, trabalha como travel designer há 10 anos; isso quer dizer que realiza o sonho dos viajantes que querem conhecer a Itália, com um roteiro personalizado e exclusivo!

8 Comentários

  1. Pedro Libralon on

    Pretendo ir à Itália em 2017 e visitar o norte em Padova, onde é origem de minha família.

    Gostei muito do roteiro!!!

    Obrigado.

  2. Elaine C. Ribeiro Brugnaro Ciccala on

    Querida Ana. Tudo bem?
    Estarei indo em setembro para a Itália (primeira vez) e em nosso roteiro está Pádova. A família de meu pai é de Loreggia. Fazendo uma busca encontrei uma pequena região chamada Brugnaro (que é justamente a família de meu pai). Poderia me ajudar dizendo se Brungaro e Loreggia são cidades, bairros? Grata. Elaine

    • Ana Grassi on

      Oi Elaine, tudo bem?
      Loreggia é uma cidade pequena (6000 habitantes), bem perto de Padova. Brugnaro é uma fração desta cidade, corresponde mais ou menos aos distritos que temos no Brasil.
      Espero te-la ajudado,
      baci
      Ana

  3. Caroline Bianco on

    Olá Ana, tudo bem?
    Sei que a cidade merece vários dias para ser contemplada, mas farei um pit stop nela. Estarei saindo de Verona em direção à Veneza. Chego bem cedinho em Padua e saio de lá no final da tarde. Teria alguma dica do que não poderia deixar de conhecer?
    Obrigada!
    Carol.

    • Ana Grassi on

      Oi Caroline, organizando o seu dia dá para conhecer bastante coisa. Sugiro a Basílica de Santo Antonio, a Basílica de Santa Giustina, a praça Prato della Valle, o Horto Botânico e a Capella degli Scrovegni (compre o ingresso antecipadamente).
      Boa viagem,
      Ana

  4. Adorei o roteiro, estive 2 vezes na Itália a primeira morei durante um ano em Torino a 2da. fui de visita começando por Roma a próxima gostaria de fazer este roteiro se Deus permitir, auguri Ana!

Deixe uma Resposta