Veneza pode ser um tanto assustadora para quem não a conhece. São inúmeras as dúvidas dos turistas, já que se trata de uma cidade tão peculiar e misteriosa. A maioria das pessoas me pedem dicas de Veneza nos comentários e emails.

Pensando nisso, criei este post com dicas práticas para deixa-los mais relaxados e aproveitar tudo o que La Serenissima tem a oferecer.

Dicas de quando ir à Veneza

Primeiramente, achar a data perfeita pode fazer toda a diferença para a sua viagem. Mas não se preocupe, Veneza é linda em qualquer época do ano.

Entre novembro e fevereiro é o período mais vazio, se é que Veneza fica vazia! Mas também é o período de frio, chuva e Acqua Alta, quando boa parte da Piazza San Marco pode estar alagada. Das dicas de Veneza, essa pode ser uma das mais importantes!

Em julho e agosto, além do calor insuportável, as filas para entrar nas atrações são intermináveis e pode ser difícil encontrar um pedaço de chão para colocar seu pezinho.

Por fim, se pensou em ir na época do Carnaval, se prepare, a cidade fica ainda mais lotada! Afinal, o carnaval de Veneza é um dos mais conhecidos e visitados do mundo!

veneza-modo-usa5

Dicas de como chegar a Veneza

Se você for fazer um bate e volta, sugiro que chegue bem cedo para aproveitar o dia. Dessa forma, o bate e volta é possível e bem confortável a partir das cidades de Padova, Bolonha e Treviso, por exemplo. Preferencialmente vá de trem e desça na estação Santa Lucia.

Se for de carro, minha dica é estaciona-lo no estacionamento da Piazzale Roma. Os preços variam de acordo com o tamanho do veículo e o período. Você encontrará preços a partir de 23,40 Euros. Inclusive, você pode reservar a sua vaga on line,  clicando neste link do site oficial do estacionamento.

veneza-modo-usar3

A cidade – Dicas sobre Veneza

Desde 1170, Veneza está dividida em 6 bairros chamados SESTIERI: San Marco, Castello, Cannaregio, Dorsoduro, San Polo e Santa Croce.

Quando dou dicas de Veneza sempre falo sobre as ruas. Caminhando pela cidade, repare nas placas indicativas dos nomes das ruas. Parece ser uma confusão danada, mas não é tão difícil assim entender. Olha só:

Calle – é uma rua comum. Se for estreita é chamada de Calleta se for larga Calle Larga.

Fondamenta – é a calçada que costeia os canais.

Sotoportego (sottoportico) – é uma passagem coberta sobre a qual são construídas casas.

Rio Terà – Um canal que foi aterrado e hoje é uma rua.

Campo – é o nome das praças da cidade que antigamente eram gramadas (com exceção da Piazza San Marco). Campiello é um campo pequeno.

Riva – é a calçada que costeia o Canal Grande ou a laguna.

Rio – é um canal pequeno.

Canal Grande (chamado Canalazzo pelos venezianos) – tem a forma de um grande “S” e divide a cidade em duas partes,cada uma com três bairros, ou sestieri.

veneza-modo-usar2

veneza-modo-usa6

Dicas de onde ficar em Veneza

Quem pode gastar mais num hotel, eu fortemente recomendo ficar em Veneza mesmo. Nesse post eu dou dicas de lugares para dormir em Veneza.

Pra quem está com o orçamento mais restrito, saiba que os hotéis em Veneza são caros. Do mesmo modo, hotéis 3 estrelas com preços razoáveis podem ser tão desagradáveis que não vale a pena arriscar. Finalmente, vá com indicação e fique atento à sua localização. Certamente não vai ser bacana se perder nas ruelas empurrando a mala pra cima e pra baixo.

Pessoalmente, o lugar que eu mais gosto de ficar é o Lido di Veneza, distante apenas 15 minutos de vaporetto da Piazza San Marco.

Leia o post sobre o Lido com sugestão de hotel aqui.

Uma outra opção é Mestre, que fica logo depois da Ponte della Libertà. Neste caso, procure um hotel perto da estação e prefira ir de trem até Veneza (o bilhete custa 1,25 Euro).

dicas-de-Veneza

Este é o Mar Adriático do meu amado Lido!

Se tiver interesse em descobrir mais dicas de Veneza, visite esse post com atrações imperdíveis da cidade.

Dicas de como se locomover em Veneza

Caminhar é a melhor opção para se chegar às principais atrações turísticas e também descobrir cantinhos inexplorados pelos turistas. Mas quando estiver cansado ou com pressa, minha dica é usar os seguintes meios de locomoção:

VAPORETTO: são barcos grandes e lentos, percorrem todo o Canal Grande e vão até as ilhas da laguna: Burano, Murano, Torcello, etc.

Clicando neste link você pode descarregar o mapa das linhas de navegação com seus respectivos horários. Fique atento pois os horários mudam de acordo com a época do ano. Certifique-se de baixar os horários atualizados.

Assim que chegar na cidade, compre o bilhete turístico por tempo determinado do vaporetto (BIGLIETTO TURÍSTICO A TEMPO):

  • 20,00 € – 1 dia
  • 30,00 € – 2 dias
  • 40,00 € – 3 dias
  • 60,00 € – 7 dias

Clicando neste link você pode pesquisar outros tipos de bilhetes e seus  preços atualizados.

TRAGHETTO: é uma gôndola ou um vaporetto que te leva de uma margem do Canal Grande à outra.

GÔNDOLA: embarcação característica de Veneza, antigamente era usada até mesmo para deslocamentos fora da cidade. Geralmente possui 11 metros de comprimento e é pintada com 7 demãos de tinta preta. Hoje em dia é usada para transportar turistas. O passeio de 30 minutos custa 80 Euros e você pode acertar o percurso e o tempo diretamente com o gondoleiro ou nos guichês espalhados pela cidade.

TAXI: os barcos táxi possuem preço bem salgado. Por isso, combine antes o valor.

** Cadeirantes, pessoas com dificuldade de locomoção ou mães com carrinho de bebê, podem visitar Veneza tranquilamente. Existem itinerários propostos que são completamente adaptados para estas situações. Clicando aqui você pode imprimir os itinerários (em inglês, francês e italiano).

Dicas-de-veneza

dicas-de-veneza-barcos

Os táxis são barcos de madeira escura. Muito charmosos! E caros…

Dentro da mochila

Procure não levar nada muito pesado. Afinal, depois de um dia caminhando, 100 gramas vão parecer 1 quilo!

Enfim, aqui vai uma listinha do essencial:

  • uma garrafinha de água que você poderá reabastecer nos bebedouros de água potável que encontrará pelo caminho;
  • um chapéu ou boné e protetor solar;
  • mapa da cidade;
  • mapa das linhas do vaporetto;
  • um casaco impermeável no inverno;
  • máquina fotográfica;
  • endereço e telefone do seu hotel: não confie no seu senso de direção em Veneza, as ruazinhas parecidas podem te confundir e você corre o risco de ficar perdido ou andado em círculos. Nem o Google Maps conseguiu decifrar Veneza ainda!

As festas

Se estiver em Veneza nestas datas, a festa e a animação estão garantidas! Inclusive, é uma ótima oportunidade para pensar na sua viagem.

6 Janeiro: Regata da Befana

Fevereiro/Março: Carnaval
Sem dúvida, é a festa que atrai turistas de todas as partes do mundo e as ruazinhas se enchem de máscaras, concertos e espetáculos.

Maio: Vogalonga
Centenas de embarcações percorrem 30 km. É a maratona das regatas.

Julho, terceiro domingo do mês: Festa do Redentor

Festeja-se o fim de uma epidemia de peste. As embarcações são decoradas e formam uma ponte no Canal da Giudecca por onde os fiéis passam em procissão até chegar à Igreja do Redentor. Finalmente, à noite, fogos de artifício!

Setembro, primeiro domingo do mês: Regata histórica
Das mais de cem regatas que acontecem anualmente em Veneza, esta é a mais famosa.

Novembro: Madonna della Salute
Para agradecer Nossa Senhora pelo fim da epidemia de peste, em 1630, o Duque de Veneza mandou construir uma igreja e prometeu que todos os anos se dirigiria em procissão até lá, caminhando sobre uma ponte de barcos.

Dicas de Veneza – #dicadaAna

  • Procure sair um pouco da rota turística e descubra cantinhos novos e interessantes; sem dúvida não vai se arrepender!
  • As atrações de Veneza costumam ter filas enormes, principalmente no verão e no Carnaval. Por isso, organize-se e compre os ingressos antecipadamente e com horário marcado;
  • Informe-se se encontrará maré alta em Veneza (Acqua Alta). A Piazza San Marco costuma inundar e não é uma boa ideia caminhar descalço por lá. Assim, caminhe pelas passarelas ou por percursos alternativos. Se for caminhar pela praça, leve botas de borracha ou compre-as nas barraquinhas de souvenir por aproximadamente 15 Euros;
  • Vai mesmo dar comida aos pombos? Cuidado! Eles não são educados e podem assustar principalmente as crianças, além disso, o risco de uma gaivota gigante aproveitar o lanchinho e voar na sua cabeça é grande! Esta prática é desaconselhada pela administração da cidade, pois além de causar doenças elas sujam muito os edifícios e monumentos;
  • Não compre souvenirs falsificados de vendedores informais. Procure pelos produtos originais e artesanato feito pelos locais. Afinal, a diferença é grande e a economia, nem tanto.
veneza-modo-usa7

Hum…não me parece uma boa ideia!

Para mais informações:

Site oficial de promoção turística de Veneza: www.turismovenezia.it

Escritórios de Informação Turística (para reservar passeios, comprar mapa da cidade, etc) :

  • Stazione Ferroviaria Santa Lucia – aberta todos os dias das 8 às 18h30
  • San Marco 71F – aberto todos os dias das 9h30 às 15h30
  • Piazzale Roma – aberto todos os dias das 9h30 às 16h30

Leia aqui o post dos hotéis que sugiro em Veneza

Compartilhe!

Sobre o autor

Ana Grassi é especialista em língua, cultura e turismo para a Itália. Fundadora, autora e editora do blog ITALIAna, trabalha como travel designer há 10 anos; isso quer dizer que realiza o sonho dos viajantes que querem conhecer a Itália, com um roteiro personalizado e exclusivo!

40 Comentários

  1. Ao ler este post minha vontade e pegar a mala e voar para lå. Otimo, muito bom a proxima vez vou uså lo. Parabens Ana.

  2. Oii! Ai eu adorooo seu blog! Ta sendo super util na preparaçao da minha viagem!
    Passarei 30 dias na Italia, a maior parte em Roma com meu namorado, que mora la, mas reservei dois dias para Veneza e dois para Bologna pelos seus posts! Hahha
    A minha preocupacao maior com Veneza é me perder e o hotel… Como vou sozinha acho q ficarei em algum em Veneza msm… Acho mais facil hahaha
    Beijao e parabens pelo blog!

    • Ana Grassi on

      Juliane,
      que boooom que você gosta! Fico tão feliz de saber!!!
      Vai dar tudo certo em Veneza, você vai ver! Depois volte para me contar!

      Baci,
      Ana

  3. Rosi Cavenaghi on

    Excelente suas dicas, já estive na Itália 3vzs, as 3 fui sozinha, meu filho morou 5 anos em Putignano-Bari. Quando fui na primeira vez, fiz Roma/Veneza/Milão, mal falava um A em italiano, mas me virei super bem, depois fui novamente e já falava um pouco, fiz um curso de L Storia da Arte em Firenze , na Scuola Italiana junto com conversação e conheci toda região de Toscana, simplesmente amei. Minha vontade era de não voltar mais parábola Brasil, mas infelizmente tive que retornar. Esse ano volto mas dessa vez com meu marido, mas quero refazer alguns lugares com ele, porque ele não conhece a Itália ainda e vou querer sua ajuda.

    • Ana Grassi on

      Rosi, que delícia! Curso de História da Arte em Firenze!!!

      Estou à disposição!

      Baci,

      Ana

  4. Boa tarde Ana! Amo seu blog, é perfeito, está me ajudando muito nos planos de minha viagem. Estarei em Veneza de sete a dez de maio, qual bilhete você acha melhor? Vi no site que existe um outro de vinte euros que vale 72 horas você sabe se é vantajoso, meu italiano não é dos melhores e fiquei em dúvida. Help!!

    • Ana Grassi on

      Oi Edith, fico contente que goste do blog! Sim, vale a pena comprar o bilhete turístico a tempo; é bem mais vantajoso. Se você vai ficar 3 dias, compre o bilhete para 3 dias! Mas não precisa comprar com antecedência. Compre quando chegar lá.

      Baci,

      Ana

  5. Olá, Ana. Bem, acho que pra quem fala talian, se achar no vêneto não será tão difícil. Mia vera?
    Parabéns pelo blog. Foi indicado por uma brasileira que mora em Milão. Em Março estarei em Roma. Vamos ver se eu me viro bem por lá.

    • Ana Grassi on

      Marco, vai se dar bem no Veneto, sim! Boa viagem! Depois volte para contar!

      Baci,

      Ana

  6. Boa tarde, gostaria de informações a respeito do hotel Scandinavia em veneza e como posso me locomover da estação de trem até o hotel, posso pegar um vaporetto ? Se sim, como vou saber em qual lugar descer ?

    • Ana Grassi on

      Oi Higor! Tudo bem? Não conheço o Hotel Scandinavia, mas vi onde ele se localiza e já adianto que o vaporetto não vai passar por ele. Veja com o pessoal do hotel se eles possuem carregador de malas ou barco próprio para te ajudar. Sozinho e com malas vai ser meio complicado chegar lá… Uma opção é contratar um táxi na estação: mas combine o preço antes!
      Boa viagem!
      Ana

    • Estou adorando o seu blog e sendo muito útil.
      COMO FAÇO PARA CHEGAR AO HOTEL DIANA DEPOIS DE SAIR DO GRANDE CANAL?

  7. Rosane Gralato on

    Oi Ana, vi seu blog em um compartilhamento no face . Meu sonho é conhecer a Itália, terra dos meus avós, mas não tenho ideia de como fazer um roteiro econômico. Pode me ajudar? E qual o melhor mês para conhecer o máximo de cidades.
    Obrigada. Fico no aguardo.

    Bjs

  8. OI Ana Cristina, estou nos finalmentes…..este seu blog está divino!!! Aproveitei tdo para fazer o meu roteiro, obgda por tudo, bjos.

  9. Anaaa!
    Que delícia seu blog! Já fui a Veneza e amei demais, e lendo suas dicas me deu uma vontade enorme de ir de novo! Estou adorando passear por aqui.
    Beijo grande

  10. marcelo caetano on

    estarei hospedado uma noite hotel em Mestre, mas ficarei o dia todo vistando Veneza…quero saber se a noite ha algum centrinho em Mestre para um bom vinho?

    • Ana Grassi on

      Marcelo, se existe alguma coisa bacana em Mestre eu realmente não conheço…Infelizmente não posso ajuda-lo! Se descobrir algo volte para contar.
      Ana

  11. marcelo caetano on

    estamos em 4 pessoas e iremos viajar de avião as 13hs saindo do aeroporto Marco Polo…e estamos hospedados em Mestre….da pra ir de trem até o aeroporto ou somente taxi?

    • Ana Grassi on

      Oi Marcelo, não existe trem do aeroporto Marco Polo até Mestre. A melhor forma é táxi ou contratação de um transfer.
      Ana

  12. Estou indo sozinha para Veneza e gostaria que você me auxiliasse informando qual a melhor maneira de ir do aeroporto Marco Polo até o Hotel Belle Époque. O Hotel fica próximo a estação de trem. Obrigada.

  13. Leidiane Marinho on

    Olá! Esse BIGLIETTO TURISTICO A TEMPO é válido para os vaporettos que circulam no canal grande e os vaporettos que vão para as ilhas, Burano, Murano,etc?? Inclui também os ônibus que vão pra Mestre??

    • Ana Grassi on

      Oi Leidiane, tudo bem? Sim, o bilhete é válido em toda a Laguna Veneziana, o que inclui as ilhas de Murano, Burano, Torcello, etc. Porém, os ônibus para Mestre são pagos à parte.
      Baci,
      Ana

  14. Tatiana Rabello on

    Bom dia!!!
    Não consigo comprar tickets para museus, nem museum pass pela internet.Há informação que no momento está indisponivel, mas isso já tem dias.
    O museum pass agora chama venezia unica?
    Chegarei 20/10 e penso que não terei problemas em adquiri-los em Veneza.
    Obrigada.

  15. Ana Lúcia Bastos on

    Olá Ana, vendo seus comentários fiquei curiosa, gostaria de saber como posso fazer para conhecer a Itália e qual o percurso que devo fazer, está será minha primeira viagem ao exterior, e escolhi a Itália para realizar meu sonho.

  16. ana

    irei p Veneza dia 21/12 próxima semana e chegarei no aeroporto. Ficarei em um hotel( Ponte dei suspiro) perto da pca S.Marco. Vou de vaporetto….qual estação devo parar para ir p o Hotel?? Obrigada

    • Ana Grassi on

      Olá Thaís, você pode baixar o mapa de navegação das linhas de vaporetto no link que deixei no post. De qualquer forma, a parada mais próxima da Ponte dei Sospiri é San Marco – San Zaccaria.
      Buon viaggio,
      Ana

  17. Olá Ana!

    Muito bom seu blog! Está ajudando muito no planejamento da minha viagem!

    No meu roteiro, penso em começar minha viagem por Veneza, ou seja, chegaríamos do Brasil de avião em Veneza e a idéia inicial era ficar hospedada por lá mesmo, mas realmente o preço dos hotéis não são dos mais baratos e por outro lado não me animei muito em ficar em Mestre, pq a maioria das pessoas dizem ser uma experiência mais interessante ficar em Veneza. Aí… Li agora a pouco sua dica de ficar no Lido di Venezia e me pareceu boa e possivelmente mais em conta do que se hospedar em Veneza, mas ficou a duvida de como ir do aeroporto Marco Polo para o Lido di Venezia.

    E mais uma dúvida… Esse valor de 80 euros para o passeio de gôndola é por pessoa?

    Obrigada!

    • Ana Grassi on

      Oi Léa, tudo bem?
      Do aeroporto para o Lido você tem 3 opções:
      – transfer de barco particular
      – ônibus até Piazzale Roma + vaporetto
      – carro até o Lido (pegue o ferry em Tronchetto)
      Buon viaggio,
      Ana

    • Ana Grassi on

      Oi Giovana, de carro até o Lido ou de trem até Piazzale Roma e depois vaporetto.
      Buon viaggio,
      Ana

  18. Oi Ana. Estou querendo ir pra Veneza em outubro com a minha Mae mas estou com duvidas de como chegar e onde ficar. Os trens fazem ponto final em Veneza? Devo deixar minha mala na estação e me hospedar so com uma mochila, para facilitar a locomoção? Ficar em Mestre seria uma boa Opcao?
    Muito obrigada pelo site! Estou amando as dicas

Deixe uma Resposta