Quando você visita a Itália, é difícil fugir da clássica pergunta: “visitou Veneza?”. E quando visitar, vai entender o porquê. É uma cidade única, linda e muito peculiar pelos seus canais, atrações e festas, como o Carnaval de Veneza.

Aqui no blog já dei algumas dicas para a sua visita ser ainda mais inesquecível. Fiz também um roteiro de um dia, caso você faça um bate e volta. Mas você já sabe quais são as inúmeras possibilidades de passeio? Preparei uma lista com os principais pontos de Veneza para que seu roteiro fique ainda mais completo e sua ansiedade ainda maior.

Piazza San Marco

piazza-san-marco-veneza

A Piazza San Marco tem a forma de um trapézio e é rodeada de monumentos, cafés e restaurantes. Este grande espaço fora outrora apelidado de “a sala de estar do mundo” e é também o lugar onde está a Basílica di San Marco.

Durante os períodos de aqua alta (maré alta) a praça fica inundada. Isso porque é o ponto mais baixo da cidade. Mas não se preocupe! Quando isso acontece, grandes passarelas são colocadas para que os turistas possam visitar.

À noite o local se torna uma opção charmosa, pois está repleto de cafés históricos. Nas noites mais quentes a praça fica ainda mais cheia de vida. Com certeza sua viagem vai incluir um passeio pela Piazza San Marco.

Basílica di San Marco

O passeio pela Basílica di San Marco é gratuito, mas você pode comprar um ingresso antecipado para evitar as enormes filas – sempre muito comuns em viagens pela Europa. A igreja é uma construção bizantina e possui cúpulas que formam uma cruz grega.

Este é o principal cartão postal da cidade. Talvez por sua riqueza arquitetônica, talvez por sua importância histórica – é sede da igreja em Veneza e se iniciou como uma capela ducal. Sem dúvidas, foi o lugar onde ocorreram muitos dos fatos mais importantes da história da cidade.

Dentro da Basílica está o Museu de São Marcos, onde é possível ver antiguidades e itens de altíssimo valor histórico. Você terá a oportunidade de ver mosaicos de ângulos diferentes e, no terraço, consegue admirar a praça San Marco em toda sua magnitude.

Palazzo Ducale

Palazzo-ducale

É onde está, em destaque, a obra Paraíso (Il Paradiso), de Tintoretto. O enorme palácio era onde funcionava o centro do poder na Sereníssima República. Sua grandiosidade pode ser contemplada, pois o palácio permanece aberto para visitas.

Antigamente era onde se reuniam os conselheiros da república e tomavam importantes decisões. Compre ingresso antecipado para evitar filas!

Ponte dei Sospiri

ponte-dei-sospiri

Sua construção aconteceu no século XVII e tem estilo barroco. Ela atravessa o Rio di Palazzo e fica perto da Piazza San Marco. Ela é uma passagem do Palácio Ducale para as Prigioni Nuove, que antigamente era a prisão.

Essa ponte foi nomeada por Lord Byron, no século XIX. Na época da República de Veneza, os prisioneiros passavam por ali dando suspiros, pois sabiam que talvez não voltariam a ver o mundo exterior novamente; aí o nome da ponte!

Reza a lenda que os amantes que se beijarem em uma gôndola ao pôr-do-sol e com os sinos do Campanile di San Marco tocando, terão amor eterno. Ela já serviu de enredo para filmes como A Little Romance, com Laurence Olivier. Não é inspirador?

Leia aqui mais filmes que se passam em Veneza.

Teatro La Fenice

teatro-la-fenice

Localizado no Campo San Fantin, o magnífico Teatro La Fenice já pegou fogo duas vezes. É considerado o principal teatro de Veneza. Ele foi construído para ressaltar o poder da República e foi inaugurado em 1792. Seu nome – La Fenice – significa A Fênix.

Para visitá-lo é necessário comprar um ingresso que custa  10 euros. Este belíssimo teatro é palco das óperas mais importantes do mundo e, sem dúvidas, é um espetáculo emocionante assisti-las!

Ponte di Rialto

É a ponte mais antiga de Veneza. Seu arco de 7,5 metros foi construído para permitir a passagem de barcos de médio porte. Antes de sua construção, havia outra ponte chamada Ponte della Moneta.

ponte-rialto

 

Mercato di Rialto

Ele fica bem perto da Ponte di Rialto e é um grande mercado, principalmente de peixes. Imagine um lugar colorido pelos frutos do mar frescos que são vendidos nas bancas? É cheio de vida, os vendedores oferecendo seus produtos – que mais tarde estarão nos pratos dos melhores restaurantes da cidade.

É também um local para se provar a gastronomia de rua de Veneza, com iguarias italianas feitas por locais. A visita perfeita aos mercados geralmente acontece pelas manhãs, quando as bancas estão sendo abastecidas e abertas ao público.

Leia sobre os melhores mercados da Itália clicando aqui!

Passeio de Gôndola

gondola-em-veneza

Acredito que pelo menos uma vez na vida deve-se fazer um passeio de gôndola. É uma das atrações que mais marcam a sua viagem a Veneza. Como tudo que é muito famoso em termos turísticos, os passeios de Gôndola devem ser escolhidos com muito cuidado – para evitar golpes e preços acima da média.

Considere levar uma garrafa de vinho para degustar, enquanto faz o passeio pelos canais venezianos. É sem dúvidas um passeio charmoso e especial – principalmente para casais. Se o dia estiver quente, aconselho passear no fim da tarde.

É possível encontrar um passeio de gôndola por 80 euros e duração de 30 minutos. Negocie o trajeto antes, assim como os preços, e desconfie se algum gondoleiro te cobrar muito caro.

Canal Grande

Passear pelo canal grande significa que você irá passar por várias das pontes de Veneza. A Ponte di Rialto e a Ponte da Constituição estão na lista. Além disso, às margens do Canal estão variadas construções datadas principalmente no século XIII e XVIII.

Nas extremidades do canal estão a Bacia de San Marco e a laguna. Os venezianos também chamam o canal grande de Canalasso – pois tem cerca de 3.800 metros de comprimento.

Considere contratar um guia para te apresentar a história de cada um dos edifícios que margeiam o canal.

Igreja de Santa Maria della Salute

igreja-della-salute

A Igreja de Santa Maria della Salute foi construída na Punta della Dogana e é uma enorme construção barroca. Ela foi construída em forma de agradecimento à Virgem Maria por livrar os venezianos da peste, em 1687. Ela também abriga obras de Tintoretto.

A igreja é feita em cima de uma plataforma com pilhas de madeira e tem forma octogonal. O simbolismo de Maria está no grande domo, que representa a coroa, no seu interior – o ventre, e também nos oito lados, representando a estrela simbólica.

Viu só? Além dos lugares que citei nessa lista, Veneza guarda inúmeras maravilhas. Prepare-se para um dos passeios mais inesquecíveis da sua vida, faça as malas e boa viagem!!

Guarde as dicas no seu Pinterest!

Compartilhe!

Sobre o autor

Ana Grassi é especialista em língua, cultura e turismo para a Itália. Fundadora, autora e editora do blog ITALIAna, trabalha como travel designer há 10 anos; isso quer dizer que realiza o sonho dos viajantes que querem conhecer a Itália, com um roteiro personalizado e exclusivo!

Deixe uma Resposta