Em primeiro lugar, confesso que é muito difícil escolher apenas 10 atrações em Milão. Mesmo assim selecionei algumas e devo dizer que, só de escrever esse texto, fiquei com saudade da capital italiana. Quem já conhece Milão, vai concordar comigo, a cidade é uma das mais bonitas do mundo.

Elegância, cultura, arte, arquitetura, história, turismo religioso, castelos, parques e as belíssimas ruas. Tudo isso é facilmente associado a Milão, a cidade que encanta!

Ao longo deste texto, você vai conhecer 10 atrações em Milão para ficar com aquela vontade gostosa de viajar.

Tudo pronto?

Você poderá gostar:

Onde dormir em Milão?

Esquiar perto de Milão!

Onde fazer compras em Milão?

Descobrindo roteiros maravilhosos!

Atrações Imperdíveis em Milão

Duomo e Terraços

Esse pode ser o ponto de partida do seu passeio pela capital italiana. O Duomo de Milão é uma catedral lindíssima que começou a ser construída no século XIV. Incrivelmente, sua construção durou 500 anos, resultando no que vemos hoje: uma das catedrais góticas mais bonitas do mundo.

Os números impressionam: 8.200 blocos de mármore formam apenas a fachada. Simultaneamente, pináculos, estátuas e muita arte dão um toque único ao Duomo.

Se a catedral em si já arranca suspiros, espere só até ver o terraço. Esse passeio é subestimado por muita gente, mas é uma das vistas mais privilegiadas de Milão.

Nesse post, conto tudo sobre como subir até os terraços. Você não vai se arrepender.

Galleria Vittorio Emanuele

Aproveite que está na região do Duomo e dê um pulinho na Galleria Vittorio Emanuele. Na contramão do minimalismo, a galeria é cheia de detalhes e merece ser visitada mesmo se não for fazer compras.

Isso porque tanto o prédio, quanto algumas lojas que ficam lá dentro, possuem valor histórico. O Caffè Ristorante Biffi, por exemplo, está ali desde a construção da Galleria. Além do Caffè, destaco também o Campari e a Libreria Bocca.

Quadrilátero da Moda

Via Monte Napoleone – Quadrilátero da Moda

Se falamos de moda, falamos de Milão.

A capital italiana da moda tem uma região onde ficam as lojas das marcas mais renomadas do mundo. Nesse sentido, Chanel, Prada, Louis Vitton, Bulgari e Valentino são apenas algumas das opções.

Por ali, o charme e elegância dos milaneses vai das vitrines às pessoas. Tudo parece um grande desfile de moda. Assim, Quadrilátero é delimitado pelas vias Monte Napoleone, Alessandro Manzoni, via della Spiga e corso Venezia. Passe por ali, nem que for para respirar o ar de um dos lugares mais pulsantes do mundo, em termos de moda.

Se quiser mais dicas sobre compras em Milão, leia esse post com um roteiro especial.

Teatro Alla Scala

Com tamanha beleza, o Teatro Alla Scala herdou o nome de uma igreja que antes ocupava o mesmo lugar. Ele foi construído no século XVIII e fica na mesma região que o Duomo. Nem preciso dizer que é um dos teatros mais conhecidos do mundo, preciso?

No interior, a estrutura tem o formato de uma ferradura e, na época em que foi construído, revolucionou a forma como eram feitos os teatros. Isso porque no lugar de bancadas, o Alla Scala possui camarotes, além de um palco que permite cenários mais elaborados.

Naquele palco, já se apresentaram grandes artistas, se passaram óperas conhecidíssimas. Inclusive, até os dias de hoje é possível assistir a algum espetáculo no Alla Scala. Sem dúvidas é uma experiência inesquecível.

Além do teatro, há um museu que conta um pouco da história que se passou ali. Há muitas fotos e objetos que relembram a antiga igreja Alla Scala.

A Última Ceia – Da Vinci

A Última Ceia - Da Vinci

Desde sua criação, a obra mais conhecida da Itália passou por muita coisa. Foram batalhas, tempestades e a própria ação do tempo que tornaram difícil a tarefa de preservar a Última Ceia. Contudo, ela permanece muito preservada.

Apesar de parecer, a Última Ceia não é um afresco. Ela foi por Leonardo da Vinci para decorar o monastério de Santa Maria delle Grazie. As expressões retratadas na obra são objeto de estudo até hoje! Elas vieram do estilo pouco comum de Da Vinci.

A técnica que Da Vinci utilizou era nova na época, tem muito a ver com a dificuldade em fazer restaurações. Mas isso é assunto para outro post, clique aqui para ler.

Castello Sforzesco

Costumo dizer que o Castello Sforzesco é um castelo em constante transformação. Isso porque, em sua história, o Sforzesco já passou por várias reconstruções. Por ter sobrevivido a diferentes tempos, ele já viu desde as pedras de um povo revoltado, às tropas de Napoleão Bonaparte.

Portanto, toda essa história resultou no que vemos hoje: um castelo milanês, repleto de arte e cultura, com arquitetura riquíssima. Os milhares de visitantes vão ao castelo normalmente motivados pelas obras de Da Vinci e Michelângelo.

Das atrações de Milão, essa é uma das minhas preferidas! É um mergulho de cabeça na história, pois além do castelo, há vários museus e bibliotecas repletos de detalhes encantadores.

Parco Sempione

Se você se encantou com o castelo, espere só até ver o Parco Sempione, que fica logo atrás. Sempione é uma grande área verde, mas também um museu a céu aberto. Ali ficam expostas várias obras de arte, esculturas, fontes e monumentos históricos.

No verão, o parque fica lotado de pessoas, se revelando um local perfeito para relaxar, fazer um picnic com os amigos (ali há uma lanchonete que pode ajudar nessa hora), caminhar. Inclusive é onde acontece muitos eventos, por isso atente-se ao calendário.

Naviglio

Toda cidade tem uma região conhecida pela boemia. Em Milão, Naviglio tem essa fama. Aconselho principalmente para quem gosta de fazer amigos e aproveitar a vida noturna.

Durante o dia o bairro também merece uma visita pelas suas lojas, mercados, livrarias, cafés e restaurantes. Todo último domingo do mês acontece a maior feira de Antiquário da cidade.

Pinacoteca di Brera

atrações_em_milão
Pinacoteca di Brera

Caravaggio, Raffaello, Bramantino e Tiziano são apenas alguns dos nomes que você vai ver dentro da Pinacoteca di Brera. Ela está instalada em um palácio do século XVI e tem um acervo, em sua maioria, com temática religiosa.

O Casamento da Virgem, por exemplo, é uma das obras mais famosas da Pinacoteca. Mas além de passear pelo museu de maior destaque de Milão, é possível também conhecer a Academia de Belas Artes, a Biblioteca Braidense e o Jardim botânico. Todos eles estão no mesmo palácio.

VEJA ONDE ESTÃO AS OBRAS DE CARAVAGGIO EM ROMA! CLIQUE AQUI!

Pinacoteca Ambrosiana

Se você gosta de arte, não faça como a maioria dos turistas, inclua a Pinacoteca Ambrosiana em seu roteiro. Pouco comum, apesar de guardar obras de Da Vinci, Botticelli, Caravaggio e Raffaello.

Inclusive a obra que mais me chama a atenção é o Rascunho da Escola de Atenas, de Raffaello. A peça original está dentro do Museus Vaticanos, mas o rascunho é também surpreendente!

Viu só como Milão é uma cidade dos sonhos? Mal posso esperar para voltar e respirar o ar sofisticado e histórico desta cidade.

Como já disse, essa são apenas 10 das milhares de possibilidades para um passeio em Milão. Além desta lista, você vai encontrar muitos museus, igrejas, ruas históricas e lugares inesquecíveis.

Além das atrações atemporais, confira o calendário de eventos. Milão é uma cidade movimentada e sempre tem alguma novidade.

Clique aqui para continuar descobrindo Milão e suas atrações.

Gostou das minhas dicas? Conhece Milão? Me conte qual o seu lugar preferido aqui nos comentários!

Compartilhe!

Sobre o autor

Avatar

Ana Grassi é especialista em língua, cultura e turismo para a Itália. Fundadora, autora e editora do blog ITALIAna, trabalha como travel designer há 10 anos; isso quer dizer que realiza o sonho dos viajantes que querem conhecer a Itália, com um roteiro personalizado e exclusivo!

Deixe uma Resposta