Para que seus dias sejam produtivos em Roma é interessante dividir a cidade por áreas ou temas. Visitar várias atrações numa mesma região geográfica vai economizar seu tempo e dinheiro, pois evita o vai e vem à pé ou a bordo dos meios de transportes.

Abaixo segue um Roteiro à pé Roma Imperial. A maioria das atrações se encontra muito perto uma da outra. As que estão mais distante podem ser facilmente alcançadas com meios de transporte público.

Roteiro à pé Roma Imperial

Coliseu – Roteiro à pé Roma Imperial

Neste post vou dar dicas práticas de como chegar a cada uma das atrações e como visita-las. Para informações turísticas sobre elas, vá até o post dedicado à Roma Imperial, da série Roma aos Pedaços.

Roteiro à pé Roma Imperial

Distância percorrida: 4 Km em terreno plano
Duração: dia todo (aproximadamente 7 horas)
Estação de metrô de partida: Colosseo

Como usar o mapa:

  • na barra azul acima do mapa tem um quadradinho com uma flecha. Clique ali.
  • você abrirá um menu com 3 abas
  • a primeira (com estrelas amarelas) são todas as atrações recomendadas de Roma Imperial
  • a segunda (com letras e traçado azul) é o percurso sugerido por pé por Roma Imperial
  • a terceira aba (marcadores roxos) chamada “Outras atrações” possui atrações que não fazem parte de Roma Imperial mas estão localizadas muito perto delas e, por isso, vale a pena visitar.

 

A –  Colosseo: o maior anfiteatro de Roma, construído a pedido do Imperador Vespasiano em 72 d.C. e inaugurado em 80 d.C. Para evitar as filas enormes, recomendo que compre o ingresso de entrada antecipadamente. Alugue o audioguia (na bilheteria interna) para enriquecer o passeio com informações históricas sobre o local.

Roteiro-pe-roma-imperial

Coliseu, arena e subterrâneo – Roteiro à pé Roma Imperial

B – Domus Aurea: depois do incêndio de 64 d.C., que destruiu grande parte de Roma, o Imperador Nero construiu para si uma nova residência, com paredes cobertas de mármore, decoração em ouro e pedras preciosas. A casa ainda está sendo restaurada, mas o canteiro de restauração pode ser visitado.

C – Arco di Costantino: um dos mais importantes arcos de Roma, foi contruído em 315 d.C. para comemorar a vitória de Costantino contra Massêncio.

Roteiro à pé Roma Imperial

Arco ddi Costantino – Roteiro à pé Roma Imperial

D – Circo Massimo: foi o maior estádio da Roma Antiga, situado entre os montes Palatino e Aventino. Construído no século IV a.C. para competições esportivas, lutas e corridas de bigas. Hoje restou somente um gramado em seu lugar.

E -Foro Romano e Palatino: o fórum romano era o centro monumental da vida política, comercial e judiciária  da antiga Roma. Entra-se com o mesmo ingresso do Coliseu.

F – Mercati di Trajano: um complexo de 150 lojas e gabinetes administrativos, era o equivalente ao nosso shopping center. Lá se vendia de tudo: seda, especiarias, frutas, peixes, etc. O Mercado pode ser visitado e hoje abriga o Musei dei Fori Imperiali, que conta a história da construção dos fóruns imperiais por meio de maquetes e soluções tecnológicas.

Roteiro à pé Roma Imperial

Mercados de Trajano – Roteiro à pé Roma Imperial

G – Teatro Marcello: parece uma cópia miniatura do Coliseu. Sua construção começou com Julio César, mas foi Augusto que o terminou (provavelmente em 17 d.C.) dando o nome de seu sobrinho para ele.

roteiro-pé-roma-imperial-14

Taestro Marcello – Roteiro à pé Roma Imperial

H – Pantheon: é o mais antigo e bem conservado edifício romano. Construído para ser um templo dedicado a todos os deuses, foi transformado numa igreja em 609 d.C.

Roteiro à pé Roma Imperial

Pantheon – Roteiro à pé Roma Imperial

Roteiro à pé Roma Imperial

Interior do Pantheon – Roteiro à pé Roma Imperial

Visite também

Na aba do mapa ” visite também”, as atrações de Roma Imperial assinaladas con pins azuis estão um pouco afastadas da descritas acima. Se tiver disposição, vale a pena caminhar até elas. Caso contrário, use os seguintes meios de transporte:

  • Terme di Diocleziano: as termas foram transformadas por Michelangelo na Basilica de Santa Maria dos Anjos e dos Mártires. No complexo também funciona o Museo Nazionale Romano. Para chegar lá, vá de metrô e desça na estação Termini.
  • Terme di Caracalla: o maior e mais bem conservado complexo termal de Roma. Aqui não dá parachegar à pé. Pegue o ônibus n° 118 na Piazza Colosseo e desça na Porta San Sebastiano-Numa Pompilio.
  •  Ara Pacis: altar dedicado à deusa Pax para celebrar o período da “paz romana”. O altar fica dentro do Museo dell’Ara Pacis; para chegar lá, pegue o ônibus n° 87 na Piazza Colosseo e desça no Lungotevere Marzio.

  • Piramide di Caio Cestio (Roma Antiga): uma pirâmide no estilo egípcio construída em 12 a.C. para servir de túmulo para o magistrado Gaio Sestio. Para chegar até lá. pegue o metrô e desça na estação Piramide.

Dica da Ana: se tiver tempo, prefira fazer as atrações da aba “Visite também” do mapa em um dia diferente daquele que fizer o itinerário à pé pelas atrações de Roma Imperial.

Outras atrações

Na aba do mapa denominada “outras atrações”, estão assinaladas com pins verdes atrações que não fazem parte da Roma Imperial, mas estão coladinhas nelas. Talvez valha a pena visita-las devido à essa proximidade geográfica.

  • Altar da Pátria – Monumento à Vittorio Emanuele: homenagem ao primeiro rei da Itália Unificada, inaugurado em 1911. Dentro dele encontra-se o Museo del Risorgimento e subindo de elevador até o topo, tem-se uma vista maravilhosa!
Roteiro à pé Roma Imperial

Altar da Pátria ou Monumento a Vittorio Emanuele – Roteiro à pé Roma Imperial

  • Piazza del Campidoglio e Musei Capitolini: a Piazza foi projetada por Michelangelo, assim como a renovação das fachadas dos palácios ao redor (Palazzo dei Conservatori e Palazzo Senatorio). O museu contém uma coleção de estátuas clássicas e esculturas de bronze.
Roteiro à pé Roma Imperial

Campidoglio, projetado por Michelangelo – Roteiro à pé Roma Imperial

Roteiro à pé Roma Imperial

Piazza del Campidoglio – Roteiro à pé Roma Imperial

  • Basilica di Santa Maria in Aracoeli: ou Santa Maria do Altar do Céu, a igreja é datada do século IV, onde antes estava o templo de Juno.
Roteiro à pé Roma Imperial

Basilica di Santa Maria in Aracoeli – Roteiro à pé Roma Imperial

  • Igreja de San Pietro in Vincoli: dentro da igreja está uma das obras primas de Michelangelo: Moisés.

Se você quiser uma guia particular brasileira habilitada em Roma, entre e contato com a Ana, através do email ana@italiana.blog.br para pedir um orçamento.

banner-afiliados

NA PRÁTICA

Coliseu

O ingresso tem validade de 2 dias consecutivos e dá direito a entrar nos Fóruns Romanos também!
O Coliseu é aberto todos os dias das 08h30 até uma hora antes do por do sol, dependendo da época:

30 março – 31 agosto encerra  19:15
1 setembro – 30 setembro encerra  19:00
1 outubro – 30 outubro encerra  18:30
31 outubro – 15 fevereiro encerra  16:30
16 fevereiro – 15 março encerra 17:00

Compre seu ingresso antecipadamente e evite longas filas, clicando aqui

Faça uma visita noturna ao Coliseu, visitando a Arena e o Subsolo. Compre seu passeio aqui!

Termas de Caracalla

Aberto as 09:00 e fecham uma hora antes do pôr do sol:
30 março – 31 agosto encerra 19:15
1 setembro – 30 setembro encerra 19:00
1 outubro – 30 outubro encerra  18:30
31 outubro – 15 fevereiro encerra 16:30
16 fevereiro – 15 março encerra 17:00

 LEIA TAMBÉM

Fotos de Victor Carnevale (só as bonitas, rsrsrs), colaborador do blog ITALIAna.
Alguns links de compra de ingressos são sites afiliados ao blog Italiana. Leia mais sobre a política de venda do blog clicando aqui.

Compartilhe!

Sobre o autor

Ana Grassi é especialista em língua, cultura e turismo para a Itália. Fundadora, autora e editora do blog ITALIAna, trabalha como travel designer há 10 anos; isso quer dizer que realiza o sonho dos viajantes que querem conhecer a Itália, com um roteiro personalizado e exclusivo!

6 Comentários

  1. Douglas Teixeira on

    Ana,
    Coliseu a noite, é melhor que de dia? de dia dá para entrar no subsolo ?

    abs

    • Ana Grassi on

      Douglas, eu prefiro de dia. Mas é bem diferente visita-lo de dia ou à noite e minha opinião é bem pessoal. Não sei te ajudar quanto isso…
      Buon viaggio,
      Ana

  2. OI ANA, Adoro seu blog e leio com frequência. Vou com marido e filhos para a Itália agora em fevereiro. Meu marido é cadeirante e sei que tem acesso preferencial nos museus e coliseu. No entanto, preciso comprar meu ingresso e dos filhos. Ainda assim voce sugere que eu compre antecipado? Outra dica que gostaria de saber de você é fácil comprar um chip de dados da Itália ou preciso ter endereço fixo e/ou comprovante de residência?
    Muito Obrigada e abraços,

    • Ana Grassi on

      Oi Mariana! Obrigada do elogio! Sim, recomendo que compre com antecedência mesmo assim. É muito fácil comprar chip de celular na Itália, basta levar seu passaporte. As operadoras possuem vários planos pré-pagos, inclusive com internet.
      Buon viaggio,
      Ana

Deixe uma Resposta