Conhecer Roma já é um sonho para muita gente. Afinal, além de ser um polo cultural super moderno, a capital italiana guarda séculos da nossa história. Isso sem falar no Vaticano, o menor país do mundo e sede da igreja católica. 

Por meio dos monumentos históricos de Roma, podemos revisitar e aprender mais ainda sobre capítulos importantes da história da humanidade. Mas muita coisa também fica guardada dentro dos Museus Vaticanos. 

Você também poderá gostar:

Como evitar filas nos Museus Vaticanos e na Capela Sistina?
Passeio pelo Coliseu e Fóruns Romanos: um mergulho na Roma Antiga!
10 atrações imperdíveis em Roma!
Onde dormir em Roma?

Na verdade, não é apenas um museu, mas sim várias salas ligadas que formam um enorme complexo de museus. 

Dentro das 17 galerias e salas, estão muitas preciosidades ligadas à igreja. Isso sem falar na Capela Sistina, conhecidíssima por ter estampado, em seu teto, as pinturas mais conhecidas de Michelângelo. Bom, não faltam razões para ir ao Museu do Vaticano, não acha?

Pensando nisso, este texto traz dicas para visitar os Museus Vaticanos em sua visita a Roma. 

Compre ingressos com antecedência 

Roma é uma das cidades mais visitadas do mundo e o Vaticano não poderia ser diferente. Praticamente todas as atrações ficam lotadas de turistas, o que significa uma coisa: filas e mais filas. De fato, essa é uma das partes mais chatas de qualquer passeio, mas que pode ser evitada se você adquirir ingressos com antecedência e horário marcado.

Os ingressos não só vão agilizar a sua visita, mas também oferecer descontos nas lojas do museu, audioguias e atendimento dos funcionários. 

Clique aqui para comprar os ingressos para os Museus Vaticanos!

Programe-se para os eventos

Ao programar sua ida até o Vaticano, atente-se ao calendário de eventos dos museus. Isso porque durante o ano acontecem várias atrações. Além disso, em alguns dias os museus não abrem, enquanto em outros a entrada é grátis. Se você tiver sorte, conseguirá também pegar uma visita noturna. 

No site dos museus do Vaticano, também temos a aba “Events and News”

Por isso, para tirar o melhor proveito de sua viagem, programe-se! Você pode acessar o calendário clicando aqui.

Clique aqui para ler mais sobre entrada gratuita em museus na Itália!

Vista-se adequadamente

Preste muita atenção na hora de escolher suas roupas, quando for visitar o Vaticano. O lugar é da Igreja Católica e, por isso, as vestimentas devem demonstrar respeito pela religião. Logo, não coloque bonés, chapéus, shorts, saias, blusas cavadas ou algo que possa ser considerado desrespeitoso. Isso vale para todas as estações, inclusive o verão. 

Não tire fotos da Capela Sistina

Geralmente os flashes são proibidos em museus, pois podem danificar as pinturas expostas. De fato, faz todo o sentido e isso deve ser seguido. Mas nos Museus Vaticanos as fotos sem flash são permitidas. O que não pode é fotografar a Capela Sistina.

Não se sabe a razão dessa proibição, mas é arriscado até mesmo bancar o espertinho e tirar fotos sem que os seguranças vejam. Mas desista, se for pego, terá que apagar as fotos e vai acabar passando por um grande constrangimento. 

Faça silêncio

Essa regra deveria ser válida para todos os museus, mas por enquanto deve ser seguida apenas na Capela Sistina. Lembre-se que estará num lugar sagrado, admirando pinturas de Michelangelo e outras obras de valor inestimável. 

Por mais que você não compartilhe da mesma fé, muita gente vai até ali para rezar e ter momentos de paz. Logo, respeite o silêncio da Capela Sistina. As pessoas não costumam reagir de forma truculenta dentro do Vaticano, mas você ganhará olhares bem intimidadores caso aumente o tom de voz.

Roteiros Personalizados

Reserve tempo

Não visite o Vaticano com pressa. Se seu tempo em Roma for curto e você achar que não vai conseguir separar um dia todo para o Vaticano, deixe para outra viagem. Os museus são grandes e o acervo tem muitos itens. Certamente você passará pelo menos 4 ou 5 horas vendo tudo, mesmo que de forma corrida. Para não perder a viagem, vá com calma conhecer os museus. 

Estude antes de chegar

Uma visita aos Museus Vaticanos é uma imersão na história da arte e também da Igreja Católica. Muito do que você verá ali tem informações disponíveis em livros e em sites da internet. Vale muito a pena conhecer um pouco antes, para chegar no lugar com uma ideia do que será visto. 

Fazendo isso, você poderá pular uma série de descrições e ganhar um pouco de tempo em sua visita. Além disso, dará muito mais valor à oportunidade de ver tudo de perto. 

Atente-se aos detalhes

Você verá quando entrar nos museus, mas os prédios por si só já são obras de arte. Parece que pegaram todo o acervo e colocaram dentro de lugares igualmente históricos. De fato, fizeram isso. 

Por este motivo, quando entrar, observe cada detalhe das pinturas, do chão, do teto, paredes, janelas… muitas coisas passam até despercebidas quando estamos focados nos itens do acervo. 

Finalmente, você já não deve conseguir conter a ansiedade para mergulhar de cabeça na história do Vaticano, acertei? 

Essas dicas foram baseadas tanto nas regras do Vaticano, quanto nas experiências que tive ali. Mas você verá, na prática, que elas deixam o seu passeio muito melhor. 

Já que você está no Vaticano, por que não aproveitar para ver a missa papal

Leia também:

As melhores docerias de Roma!

Como ir do aeroporto Fiumicino para o centro de Roma?

Gostou deste post? Salve ele no seu Pinterest!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui