Nem só de chimarrão vive o Sul do Brasil!

Em Bento Gonçalves, uma cidade que fica a 120 Km de Porto Alegre a bebida que mais tomam é o vinho. Deve ser herança dos vênetos que fundaram a cidade e tem fama de ser o povo mais beberrão de toda a Itália!

Como contei no post ” Bento Gonçalves, a Itália que sobrevive no Brasil “, os imigrantes italianos que se estabeleceram em Bento encontraram um clima favorável ao plantio da uva, e utilizaram o conhecimento que possuíam para produzir vinho.

A tradição e o investimento em novos estudos e técnicas transformaram a cidadezinha de pouco mais de 100 mil habitantes na Capital Nacional do Vinho, onde hoje são elaborados os melhores rótulos brasileiros. Pra quem gosta de vinho, Bento é o paraíso!

Visitei várias cantinas e selecionei 8 que considero que podem  proporcionar experiências e ensinamentos diversos e interessantes.

Lídio Carraro 

Esta vinícola boutique foi a escolhida para elaborar o vinho oficial da Copa do Mundo de 2014 no Brasil. Quem me recebeu foi a proprietária, que  contou toda a trajetória familiar e me explicou do comprometimento da vinícola em elaborar vinhos de altíssima qualidade.

Foram  3 as versões do vinho da Copa: tinto, rosé e branco. Como na maior parte das vezes, minha preferência recaiu sobre o tinto, que foi elaborado com 11 castas diferentes de uvas cada um representando um jogador do esquema tático de um time de futebol. Genial!

A vinícola abre todos os dias, inclusive finais de semana e feriados, das 9h00 às 18h00. É necessário agendar a visita.

Lidio Carraro: RS 444, Km 21 – Vale dos Vinhedos
(54) 3459-1222 / 2105-2555 – www.lidiocarraro.com

Dal Pizzol 

O Pinot Nero desta vinícola ganhou meu paladar, meu coração e muito espaço na minha adega!

O proprietário, Sr. Antonio,  me levou para conhecer sua “menina dos olhos”, uma coleção de 390 variedades de vinhedos de mais de 30 países dos cinco continentes. É o projeto Vinhedo do Mundo, uma das três maiores coletâneas de uvas privadas do planeta!

Os turistas são recebidos num parque muito bonito de 80 mil metros quadrados de área verde: com lagos, aves, animais e playground. A família contruiu uma réplica do primeiro vinhedo que a família plantou naquelas terras: todo em madeira e sem arame.

Um Ecomuseu guarda uma coleção de rótulos e objetos da família e conta um pouco da história vitivinícola. Não é possível visitar o local onde os vinhos são elaborados.

A vinícola está aberta para visitação de segunda-feira à sexta-feira, das 9h às 11h40 e das 13h30 às 17h. Sábados, domingos e feriados, das 10h às 16h30.

Dal Pizzol: RST 431, Km 4,8 – Distrito de Faria Lemos
te; (54) 3449-2255 – www.dalpizzol.com.br

Vinícola Mena – Kaho

Fui recebida pela simpática Magda num edifício restaurado de 1920 muito charmoso, com sofás confortáveis e decoração perfeita. O que era para ser uma visita rápida acabou durando praticamente a tarde toda. Eu simplesmente não queria ir embora de lá!

A vinícola é a única, por enquanto, no Vale dos Vinhedos que elabora vinhos orgânicos. Isto significa que os cuidados com a uva desde a escolha da semente até a colheita seguem normas rígidas de plantio e absolutamente nada de químico pode ser utilizado na elaboração do vinho: de agrotóxicos a conservantes.

A experiência marcante na Mena Kaho para mim foi passear pelos parreirais carregados, colher e saborear as uvas morninhas que jamais receberam agrotóxicos. Uma experiência literalmente deliciosa!

As visitas acontecem de terça a domingo das 9h00 às 12h00 e das 13h00 às 17h00 e é gratuita.

Mena Kaho: Rua Joaquim Toniolo, 635 – Linha Eulália
(54) 3454-5840/ 9976-6889 – www.vinicolamenakaho.com.br

Mena Kaho

Casa Valduga

Uma das grandes vinícola de Bento e também uma das mais conhecidas.

O  grande diferencial é que você recebe uma taça no início da visita e a degustação acontece durante o percurso. Você toma o vinho enquanto vão explicando sobre cada uma das etapas da elaboração.

A visita termina num dos parreirais mais lindos que já vi!

Casa Valduga: Linha Leopoldina – Vale dos Vinhedos
Tel: (54) 2105-3122 – www.casavalduga.com.br

Casa Valduga

 Vinhos Salton

A história da família Salton é uma daquelas histórias de sucesso de imigrantes italianos. A administração da empresa está nas mãos das terceiras e quartas gerações da família do imigrante veneto que chegou a Bento Gonçalves há mais de um século!

A cave onde os vinhos descansam é um labirinto que representa os percalços que a família enfrentou para chegar onde está. Mas apesar dos percalços, eles também tiveram muita ajuda, que é representada por esculturas de anjos em cantinhos estratégicos do labirinto. Muito teatral o passeio!

A vinícola Salton oferece 3 tipos de visitação; eu fiz o Roteiro Tradicional e ao final participei de um mini curso de harmonização de vinhos com queijos e chocolates. Gostei demais!

As visitas podem ser agendadas pelo site e custam a partir de R$ 10,00. De 2ª a 6ª feira, das 09h às 16h, sábados, das 10h às 16h e domingos e feriados, das 11h às 16h.

Rua Mário Salton – Distrito de Tuiuty
(54) 2105-1000 – www.salton.com.br

Vinicola Salton

Vinícola Salton

Vinícola Aurora

A história da mais antiga das vinícolas começou em 1875, mas foi em 1931 que 16 famílias se reuniram para formar a Cooperativa Vinícola Aurora. Hoje a vinícola possui 1.100 famílias cooperadas e é a maior do Brasil.

O vinho Aurora Moscatel já ganhou vários prêmios pelo mundo afora. É um ótimo vinho para acompanhar sobremesas.

A visita é interessante pois o enólogo nos acompanha contando não só como é elaborado o vinho hoje, mas também como era há mais de 100 anos atrás. Ao final,  participei de um mini curso de enologia, com degustação.

As visitas acontecem de segunda a sábado das 7h15 às 17h15 e aos domingos das 8h30 às 11h30.

Rua Olavo Bilac, 500 – Centro
(54) 3455-2000 / 0800-7014555 – www.vinicolaaurora.com.br

Vinícola Miolo

Outra das grandes vinícolas da cidade. A visita é interessante, mas o diferencial da Miolo é a Escola do Vinho, com cursos de Enologia que você pode participar também. Eu participei de um curso de degustação de vinhos top, incluindo o mítico Lote 44. Recomendo muito!

RS 444, Km 21 – Vale dos Vinhedos
Tel: (54) 2102-2102-1540 (varejo) – 0800-9704165 – www.miolo.com.br

Lovara Vinhos Finos

Leia sobre minha experiência na Lovara no post Bento em Vindima.

Rua José Benedetti, 222 – Linha Salgado
(54) 2102-9005
www.lovara.com.br

Leia também:
- Onde dormir em Bento Gonçalves
- A festa da vindima de Bento Gonçalves
- Bento Gonçalves, a Itália que sobrevive no Brasil

 

Compartilhe!

Sobre o autor

Ana Grassi é especialista em língua, cultura e turismo para a Itália. Fundadora, autora e editora do blog ITALIAna, trabalha como travel designer há 10 anos; isso quer dizer que realiza o sonho dos viajantes que querem conhecer a Itália, com um roteiro personalizado e exclusivo!

7 Comentários

  1. Anderson on

    Obrigado pela indicação! Vou visitar ao menos 4 dos 8 citados na sua lista! Fugirei das conhecidas e renomadas e vou as pequenas. Mas para mim faltou só uma na sua lista, a Don Laurindo. Quando estive lá há 4 anos atrás provei coisas muito boas…

    • Ana Grassi on

      Anderson, infelizmente não conheci a Don Laurindo, mas já coloquei na lista para a próxima viagem! Muito obrigada!
      Ana

  2. Bom dia! adorei as dicas!
    Gostaria de saber se em alguma vinícola é oferecido almoço e qual o valor cobrado, se criança de 3 anos paga…
    Obrigada

  3. Muito, mas muito obrigada mesmo…….vc e a Ana (não conheço) da vinícola Aurora salvaram meu passeio…..

  4. Ana ótimas dicas em Bento Gonçalves, obrigado!!!!! Em breve estarei indo a região para conhecer as vinícolas , porém se possível gostaria de te pedir um auxilio. Já se trona para mim cansativo os conhecimentos sobre a produção de vinhos, então gostaria de saber se essas vinícolas tem como fazer somente as degustações. Grato

    • Ana Grassi on

      Oi Leandro, sim, é possível fazer somente as degustações. A única vinícola imperdível para visitar é a Salton. Você vai adorar!
      Boa viagem,
      Ana

Deixe uma Resposta