A ideia que eu tinha do roteiro Caminhos de Pedra de Bento Gonçalves era de uma rua com casas construídas de pedra, umas grudadas às outras, por onde podíamos fazer um passeio à pé.

Mas, na verdade, o caminho não é bem assim. É bem melhor que isso!

caminhos-de-pedra-12

Casa da Erva Mate – Caminhos de Pedra, Bento Gonçalves

Há apenas alguns minutos de distância do centro da cidade, começa os Caminhos de Pedra, com 12 Km de extensão (um pouquinho maior do que eu havia imaginado), um rota turística que atravessa paisagens deslumbrantes e tem como objetivo principal preservar a cultura, os hábitos e os costumes dos imigrantes italianos que se estabeleceram ali no início do século.

Para ler sobre a imigração italiana em Bento Gonçalves clique aqui

Nesta rota é possível vivenciar um pouco da herança cultural dos imigrantes, através das atividades artesanais que eles desenvolviam e que seus descendentes mantém vivas.

ROTA CAMINHOS DE PEDRA

Curiosidade! Os imigrantes italianos construíam suas casas com pedras pois a cidade de Bento Gonçalves se encontra sobre um derrame de basalto. Assim, a pedra era a matéria prima abundante e gratuita de que dispunham para construir seus lares.

Abaixo vou listar os lugares que visitei em um dia, de carro, a partir do centro de Bento Gonçalves.

1 – Casa da Ovelha

Caminhos de Pedra, Bento Gonçalves

Foi de longe meu lugar preferido da rota. Quando eu vi aquele monte de ovelhinhas branquinhas tomando mamadeira, meu instinto materno aflorou e eu corri pra pegar uma no colo! Passei aum tempão com a recém nascida “Chiquinha”, que mamava sem parar e queria se esconder debaixo de minhas pernas. Fui embora de lá de coração partido…sou dessas que me apego, rsrsrs…

No casarão de madeira construído em 1917 participei de uma degustação de queijos deliciosa! Infelizmente, a apresentação do pastoreio aconteceria somente depois de duas horas e eu resolvi continuar o passeio e não vi como ele é feito.

Dica da Ana: programe-se para assistir a apresentação do pastoreiro, dizem que é incrível!

2 – Casa da Tecelagem

A Casa da Tecelagem fica num casarão de 1915. Ali é possível ver a produção de mantas, tapetes e cachecóis em teares artesanais. Na lojinha é possível adquirir todos os produtos feitos pelas artesãs. Certeza que você não vai sair sem um pacotinho…

3 – Casa Vanni Espaço Gatsronômico

A arquitetura deste restaurante me conquistou! É uma casa de 1935 de madeira e o porão – onde foi instalado o restaurante – é de pedra. A chef Jerusa Vanni estudou na Itália e trouxe para o cardápio do restaurante pratos inspirados na culinária italiana, como risotos e massas…hummm…

4 – Cantina e Casa Strapazzon

caminhos-de-pedra-05

A casa que serviu de cenário para o Filme “O Quatrilho” – Caminhos de Pedra, Bento Gonçalves

caminhos-de-pedra-15 A casa, de 1880, é um modelo intacto de uma das primeiras construções realizadas pelos imigrantes em Bento Gonçalves. Em seu interior alguns objetos utilizados pelos italianos estão à mostra. Ficou famosa pois serviu de cenário para a gravação do filme “O Quatrilho” em 1995.

5 – Vinícola Salvati & Sirena

caminhos-de-pedra-14

O prédio da vinícola tem a forma de um octágono, o proprietário nos atendeu com muita simpatia e nos ofereceu um cálice enooorme de vinho. Nos levou para ver o local de fermentação das uvas, demos uma volta pelos parreirais e pude experimentar uvas doces e morninhas prontas para a vindima.

Salvati me contou que desenvolveu um vinho exclusivo destinado ao público gay. Infelizmente ele estava em fase de descanso e não pude experimenta-lo.

Quer saber sobre as vinícolas que visitei em Bento Gonçalves? Clique aqui!

6 – Casa da Erva mate

caminhos-de-pedra-03 caminhos-de-pedra-13

Pode parecer estranho que a produção de erva mate tenha sido uma das atividades desenvolvidas pelos imigrantes, mas o fato é que eles absorveram o hábito de tomar chimarrão. Na Casa da Erva Mate, além de tomar um bom chimarrão é possível visitar a produção da erva num galpão de madeira onde os soques são movidos à água.

 7 – Casa das Cucas Vitacieri

Aqui você pode escolher o cacho de uva direto no parreiral (entre fevereiro e abril), escolher uma cuca e outros produtos típicos da região, colocar tudo na cesta e fazer um picnic na sombra dos vinhedos. Uma delícia!!!

8 – Vinícola Lovara

caminhos-de-pedra-01

Visitei a vinícola Lovara no dia anterior a esse passeio, durante a colheita ao luar, um evento organizado na época vindima de Bento. Leia qui para ler sobre essa experiência.

Outras atrações interessantes da rota Caminhos de Pedra

Na prática

Como chegar

A partir de Bento Gonçalves pegue a estrada do barracão e depois a estrada para São Pedro até o início do Caminhos de Pedra.

Logo ao chegar no Roteiro Caminhos de Pedra você encontrará o Centro de Atendimento ao Turista (CAT) localizado juntamente ao Posto da Megapetro no Barracão. Dê uma paradinha lá para pegar um mapinha e as informações que necessita antes de começar a visita.

Horário dos estabelecimentos: geralmente todos os estabelecimentos do roteiro funcionam todos os dias do ano das 9 às 17h30, mas pode acontecer de encontrar um ou outro fechado deviso ao turno de folga.

Sites:

Caminhos de Pedra: www.caminhosdepedra.com.br
Casa da Ovelha: www.casaovelha.com.br
Casa Vanni: www.casavanni.com.br
Vinícola Salvati&Sirena: www.salvatisirena.com.br

banner-afiliados

Compartilhe!

Sobre o autor

Ana Grassi é especialista em língua, cultura e turismo para a Itália. Fundadora, autora e editora do blog ITALIAna, trabalha como travel designer há 10 anos; isso quer dizer que realiza o sonho dos viajantes que querem conhecer a Itália, com um roteiro personalizado e exclusivo!

Deixe uma Resposta