Este post faz parte da série Roma aos Pedaços, que traz uma descrição das principais atrações da cidade em ordem cronológica.

Clique aqui para ir ao índice e conhecer os outros posts da série.

Roma Paleocristã (a partir de 313 d.C.)

Ano: 313
Local: Roma
Protagonista: Imperador Costantino
Documento: Edito de Milão
Ação: com a assinatura do Edito de Milão, Costantino garante a iberdade de culto aos cristãos. Pode parecer simples, mas para se chegar a este ponto, a luta não foi pequena, não! Mas, com este documento, o Cristianismo se transformou na religião oficial do Império Romano e igrejas começaram a ser construídas.

A maioria das construções desta época estão nos subterrâneos de outras igrejas ou foram modificadas ao longo do tempo, vale a pena conferir as atrações que listo para vocês neste post.

As atrações da Roma Paleocristã estão assinaladas no mapa com o ícone amarelo.

Catacombe di San Sebastiano

É um cemitério subterrâneo ao longo da Via Appia Antica. Sua origem remonta ao século III e aqui foram conservados os corpos de Pedro e Paulo por um bom tempo.
Site para informações sobre as visitas: http://www.catacombe.org/

Igreja de Santa Maria Maggiore

Construída no monte Esquilino a partir de 432, por vontade de Papa Sisto III, foi modificada nos séculos sucessivos. Destaque para o seu campanário (torre do sino), o mais alto de Roma (75 metros)! Aqui foi sepultado o artista Gian Lorenzo Bernini.

Grutas do Vaticano

Estão a 3 metros abaixo da nave central da Basílica de São Pedro e contém ruínas da basílica de Costantino, construída entre  319 e 333. Se trata de uma verdadeira igreja, rica de capelas, nichos e corredores que guardam as sepulturas dos papas e de soberanos católicos, como Ottone II e Cristina da Suécia.

Batistério de San Giovanni

Construído no IV século, foi o modelo para todos os batistérios construídos posteriormente. Faz parte do complexo da Basílica de San Giovanni in Laterano (que merece uma visita também). Tem forma octagonal e foi construído sobre uma antiga terma.

Compartilhe!

Sobre o autor

Ana Grassi é especialista em língua, cultura e turismo para a Itália. Fundadora, autora e editora do blog ITALIAna, trabalha como travel designer há 10 anos; isso quer dizer que realiza o sonho dos viajantes que querem conhecer a Itália, com um roteiro personalizado e exclusivo!

Deixe uma Resposta