Você passou horas dentro do avião para chegar até o seu tão sonhado destino, mas o momento da chegada não é lá muito agradável. Um pouco de enjôo e cansaço extremo, às vezes uma dorzinha de cabeça… essa situação lhe parece familiar? Se sim,você tem sintomas de jet lag e este post é especial para você! 

Você também poderá gostar:

O que fazer durante uma escala em Roma?

Como transportar vinhos em voos internacionais?

Dicas para fazer a mala de verão ao ir para a Itália!

Dicas para viajar de trem pela Itália!

Estamos acostumados com um certo ritmo de vida — casa, trabalho, amigos, família, mas quando viajamos perdemos um pouco da noção de tempo. Como testemunha dessa alteração, nada menos que o nosso corpo!

Esse ritmo é conhecido como ritmo circadiano e nada mais é do que a programação diária do seu corpo. Já o jet leg é a descompensação deste ritmo. Em uma viagem acima de 3 horas alguns dos sintomas já perceptíveis e são ainda maiores em viagens do leste ao oeste.

Apesar de já ser comprovado, muita gente ainda diz não sentir sintoma algum. Enquanto outras pessoas parecem realmente ter um grande mal estar. De qualquer forma, neste post vou falar sobre alguns dos sintomas do Jet lag e o que fazer para evitá-los. 

Sintomas de Jet Lag

Os sintomas mais comuns do jet lag são a irritabilidade, dificuldade de concentração, perda de apetite, cansaço extremo, insônia e dor de cabeça.

Algumas pessoas relatam também dores no estômago, desidratação, febre e resfriados. No entanto, esses não são sintomas de jet lag, ok? Caso sinta algo mais sério, o melhor a se fazer é procurar ajuda médica logo no avião!

Como evitar os sintomas de Jet Lag

Depois de muito viajar, passei a procurar maneiras de evitar o mal estar da chegada. Isso porque, principalmente durante as férias, tudo que menos queremos é ficar mal, não é mesmo?

A seguir, uma lista com alguns truques para driblar a decalagem de horários!

1 – Ajuste o seu relógio para o local de destino

Como já vimos, esses sintomas aparecem pois o nosso relógio biológico fica bagunçado. Uma boa forma de diminuir isso é ajustar os horários do relógio e das refeições para o do local de chegada. 

Além de ajustar os horários, coma coisas leves e tenha um dia tranquilo antes de viajar. Isso inclui arrumar a bagagem e os documentos com bastante antecedência! 

Dessa forma você vai sentir muito menos os efeitos de uma mudança brusca! 

2 – Não viaje cansado(a)

Um dos erros mais comuns é o de “virar noites” e fazer atividades intensas para poder dormir no avião. Ao contrário do que parece, esse cansaço pode intensificar os sintomas do jet lag. Basta pensar: mesmo em um voo longo, o movimento do avião, as mensagens de bordo, os comissários e as luzes da aeronave podem atrapalhar o seu tão desejado sono.

Um segredo que sigo já faz tempo é: se estiver de dia no local de destino, não durma. Mas se estiver de noite, durma. Isso vai ajudar muito a regular o seu corpo.

3 – Acredite no poder da iluminação

Por falar em luz, aconselho você a deixar a janela do avião aberta e se guiar pela luz natural. Isso diminui aquela sensação estranha de sair de um lugar em um horário e chegar em outro completamente diferente. 

4 – Cuide bem da sua alimentação

Outro erro bastante comum é as pessoas consumirem bebidas alcoólicas, chás e cafés para afetar o estado de sono. Na verdade, essas bebidas vão longe em nosso organismo e afetam até demais! 

O que pode acontecer é um aumento no cansaço físico e mental, além de sintomas como a tremedeira e abstinência. Além disso, o álcool aliado a altas altitudes pode aumentar significativamente a pressão do seu corpo. Cuidado!

Por isso, recuse aquelas refeições gordurosas e pesadas que geralmente são servidas em aviões e prefira comer frutas e coisas mais leves. Ah sim, para beber, aposte sempre na água. A hidratação constante é um dos melhores remédios para casos de jet lag. 

5 – Ao chegar, alongue-se e respire o ar puro!

Assim que chegar no local, tente respirar um pouco de ar puro para se acostumar com o ambiente. Além disso, veja como está a situação meteorológica do lugar antes de viajar e se prepare! 

Imagine só, sair de um verão do Rio de Janeiro para chegar em pleno inverno italiano!? Por isso, já deixe a sua roupa de frio separada para evitar dores de cabeça. 

Além de respirar o ar puro, faça uma rápida caminhada e alongue o seu corpo. Ficar horas sentado em uma cadeirinha de avião pode não ser nada bom, pense em ativar a circulação do seu corpo para não sentir dores. 

6 – E se tiver escala?

Alguns voos possuem longas escalas, o que desagrada muita gente. Se você não conseguir sair do aeroporto para aproveitar as horas de escala, busque fazer alguma atividade legal. Isso pode incluir ler um bom livro, conversar com pessoas novas, andar pelo aeroporto. 

Enfim, se a escala for algo que realmente lhe desagrada, procure um voo sem escalas ou com o menor tempo possível. 

Por fim, lembre-se: em geral para cada hora de diferença, o seu corpo vai demorar um dia para se acostumar. Tente se alimentar de forma leve e evitar grandes bebedeiras logo nos primeiros dias. Seu corpo vai agradecer!

E você? Quais sintomas de jet lag você costuma sentir? Conhece algum truque para evitá-los? Me conte tudo aí nos comentários! 

Leia também:

10 atrações imperdíveis em Roma

Como contratar seu seguro de viagem?

Gostou deste post? Salve ele no seu Pinterest!

Compartilhe!

Sobre o autor

Redação ITALIAna Blog

Deixe uma Resposta