Sicília

Pra entender a Sicilia é preciso vive-la. É preciso despir-se de todo preconceito. É preciso esquecer tudo o que você já ouviu a respeito dela. É preciso estar com o coração aberto. E a mente também.

Um olhar distanciado ou de um simples turista pode levar a um julgamento precipitado, até mesmo equivocado sobre as cidades da região. Não deixe-se levar pela leviandade. Apure seus sentidos…envolva-se com seu arredor.

A Sicília é um local de explosivas (literalmente!) belezas naturais, de cidades charmosas, de máfia, de sujeira. A Sicília não é apenas uma região de contrastes. É mais que isso, é uma região de ESCOLHAS. Conscientes ou não.

Você pode, por exemplo, escolher manter sua atenção nos contêiners transbordando lixo em cada esquina ou pode escolher  levantar o olhar e admirar uma cúpula islâmica do século XI. Pode se incomodar com a miséria pelas ruas, ou pode gargalhar escutando as anedotas contadas pelos simpáticos locais. Pode torcer o nariz para um sanduíche de pulmão de bezerro ou pode abocanha-lo e se deliciar com essa iguaria.

A Sicília é assim: joga no seu colo milhares de anos de história e cultura de uma forma tão despretensiosa que sem perceber você já está tomando partido nas guerras púnicas, querendo entender as fórmulas de Arquimedes e lendo todos os livros de Pirandello.

IMG_2644

Sim, porque a Sicília contém a história do mundo! Foi invadida, conquistada, protegida, massacrada, vilipendiada e adorada por quase todos os povos que já habitaram esse planeta: cartagineses, gregos, fenícios, romanos, árabes, normanos, aragoneses, espanhóis…

Cada um destes povos deixou marcas indeléveis na cultura da região. E aqui também cabe uma escolha. Você pode entender que a Sicília não tem sua própria cultura, ou pode entender como ela foi pródiga em aceitar a influência cultural de todos os povos e extrair o que de melhor existia em cada uma delas na construção de sua própria identidade.

Percorrer 1500 Km em quase um mês na região da Sicília foi mágico. Claro que algumas certezas eu já tinha: que ia subir no Etna, nadar no seu mar azul turquesa e comer muito doce eram algumas delas… O que eu não sabia é que a Sicília ia me presentear com sua alma, me pegar pela mão e me contar sua história, como uma amiga que te conta seus segredos mais delicados.

IMG_6935

Cada dia da minha viagem foi marcada por uma nova e forte emoção. Subir no vulcão Etna, por exemplo, tendo de um lado uma cratera fumegante e de do outro um imenso oceano causou em mim um desmedido sentimento de devoção pela natureza. Alugar um apartamento no bairro onde os chefões da máfia nasceram e viveram e entender como a sociedade se uniu para acabar com o domínio do crime organizado causou em mim um desmedido sentimento de esperança por um futuro melhor. Relacionar-me com meus 22 novos amigos sicilianos que abriram seus corações, suas casas (e muitas vezes suas dispensas) causou em mim um desmedido sentimento de amor e fraternidade.

De uma certa forma entendi porque tantos povos já desejaram a Sicília. Ela é abundante, generosa, autêntica… ela é IRRESISTÍVEL! Eu também a desejei … e também quero conquista-la!

sicilia

Leia mais posts sobre a Sicília

Venha comigo em uma viagem por essa magnífica região, acompanhe aqui no blog os posts semanais dedicados à Sicília.

 

Ai miei nuovi amici siciliani, che mi hanno fatto ridere, mi hanno dato da mangiare e mi hanno fatto sentire in Sicilia come se io fossi  a casa mia. Grazie mille di tutto: Loredana, Antonio, Samantha, Agata, Santo, Giordana, Melania, Graziella, Maurizio, Pippo, Nino, Serena, Seb, Simone, Anna, Gius, Maurizio, Marta, Francesca, Maurizio (2), Mars, Giuseppe.

Compartilhe!

Sobre o autor

Ana Grassi é especialista em língua, cultura e turismo para a Itália. Fundadora, autora e editora do blog ITALIAna, trabalha como travel designer há 10 anos; isso quer dizer que realiza o sonho dos viajantes que querem conhecer a Itália, com um roteiro personalizado e exclusivo!

10 Comentários

  1. Lena Reis on

    Ana Cristina, boa tarde,
    Gosto muitíssimo da carga emocional nos relatos sobre viagem e lugares. Exatamente como nesse seu, aonde fica muito claro que a Sicília é “texto”, e tudo o mais que se acrescentar, em termos de impressões e informações , é toda a delícia de conhecer o lugar e muito, muito mais que subtexto.
    Ansiosa pelo que vem aí…!
    Abraço carinhoso ,
    Lena

  2. Minha querida amiga pra vida inteira! Vc é uma poeta de viagens! Deixar-se inspirar com seus posts é pouco, fiquei loooooooooucaaaa pra ir lá e sentir essa sensação !

    • Ana Grassi on

      Ahahaha… só acredito porque você só me fala a verdade! 🙂
      Rê…cansei de nos imaginar juntas lá…
      Baci e ti amo,
      Ana

  3. Fátima Malagodi on

    Fiz um passeio turístico relâmpago pela Itália, desses que vc fica só um pouquinho em cada lugar, e ja me apaixonei. Estou sendo atraída por tudo que se fala desse país. Tanto que me chamou atenção esspapo de Sicília. Obrigada. Vou me inteirar mais

    • Ana Grassi on

      Fico feliz Fátima, que a Itália te faça tão bem. Seja bem vinda ao mundo dos apaixonados pela Itália!
      Baci,
      Ana

  4. Jordânia Grassi. on

    O texto mais lindo que eu poderia ler nesta madrugada! Senti grande emoção com suas palavras! Gratidão, muita gratidão, Ana!

Deixe uma Resposta