Se pudéssemos voltar no tempo, entre os anos de 1400 e 1500, encontraríamos pelas estradas de Florença gênios como Dante Alighieri, Donatello, Brunelleschi, Masaccio e Michelangelo, que transformaram a cidade pequena e tranquila nas margens do rio Arno no berço do Renascimento.

Ainda hoje, caminhando pelas ruas de pedra da cidade, a única coisa que consigo pensar é: “como os homens conseguiram criar tantas maravilhas? ”.

Não se iluda, Florença não pode ser vista em um só dia, ainda mais se você quiser ficar frente a frente com obras primas míticas da história da arte universal.

Para uma primeira viagem – outras virão, pois você vai se apaixonar por Florença – fiz uma lista das 8 atrações imperdíveis da cidade com uma breve descrição de cada uma e em outros posts vou falar de cada uma delas mais detalhadamente.

1 – DUOMO, CAMPANILE DI GIOTTO E BATTISTERO
Juntei tudo isso num item só pois ficam na mesma praça, porém cada uma destas obras é única e importante. Sua maior decepção por aqui vai ser a de não conseguir tirar uma foto decente de toda a construção.

O Duomo é a catedral dedicada a Santa Maria del Fiore e foi construída para fazer inveja para as catedrais de Pisa e Siena. A cúpula do Duomo di Firenze ainda é a mais alta construção da cidade e foi a obra prima do arquiteto Brunelleschi.

O Campanile (campanário) situado à direita da catedral, foi projetado por Giotto, que começou a construção mas morreu antes de vê-la concluída. Na torre estão representados os planetas, a astrologia, a medicina, a construção civil, as virtudes dos teólogos entre outras coisas.

O Battistero di San Giovanni é o monumento mais antigo da praça e, em sua origem, foi um templo pagão, transformada em batistério cristão foi reconstruído a partir da metade do século XI. As portas desta construção são em bronze e trazem várias passagens bíblicas, como a Adoração dos Magos, a Crucificação, a Ressurreição, etc.

IMG_0691

A cúpula do Duomo e a torre do sino

2 – BASÍLICA DE SANTA CROCE
Esta igreja está cheia de tumbas construídas para guardar os restos mortais de italianos importantes e famosos, como Michelangelo, Galileo Galilei, Antonio Canova, Nicolò Machiavelli e Rossini. Entretanto, esses personagens não estão enterrados lá.

Mas não é só isso que você vai encontrar lá dentro: ao fundo da igreja estão as capelas afrescadas por Giotto e que contam a vida de São Francisco, a Cappela dei Pazzi, onde Giuliano Médici foi assassinado, além do famoso Crucifixo de Cimabue.

Basilica Santa Croce

Túmulos de personalidades famosas estão aqui. Inclusive do Michelangelo!

3 – PONTE VECCHIO
Sem dúvida, a ponte mais linda de Florença e a mais antiga também! Em sua primeira versão, ela era de madeira e foi construída pelos romanos para atravessar o Rio Arno no seu ponto mais estreito. Sobreviveu a incêndios e aluviões.

Nem sempre a ponte acolheu joalherias maravilhosas como a que vemos hoje. Na verdade, a ponte era lugar de verdureiros, peixeiros e açougueiros e somente com a construção do Corridoio Vasariano (o segundo andar da ponte que liga o Palazzo Pitti ao Palazzo Vecchio; olha pra cima!) o espaço foi concedido aos ourives e artesãos.

IMG_0904

O corredor acima da ponte é o Corridoio Vasariano, construído para ligar o Palazzo Pitti ao Pallazo Vecchio

4 – GALLERIA DELL´ACCADEMIA
Tem muita obra importante, mas o ingresso vale nem que for só para ver o Davi de Michelangelo. Ok, eu sei que existem várias cópias do gigante espalhadas por Florença, mas ouça bem: são cópias!

A obra mais visitada e fotografada do museu tem 5,17m de altura e foi esculpida quando o mestre tinha apenas 26 anos.

Além disso, acho muito interessante ver as obras inacabadas do artista, que possuía um método muito interessante, pois esculpia como se o corpo da estátua emergisse de uma piscina.

Michelangelos_David

A obra mais famosa da Galleria dell’ Accademia

5 – GALLERIA DEGLI UFFIZI
Pense num quadro que você gostaria de ver. Muito provavelmente ele estará aqui!
Acho que eu poderia passar minha vida inteira aqui dentro sem enjoar, sabia? Entre os maiores museus do mundo, a Galleria também é um dos mais antigos museus da Europa. Sua abertura oficial foi em 1765, mas dois séculos antes pessoas autorizadas já podiam visita-la.

A pedido de Cosimo I de’Medici, o arquiteto Giorgio Vasari – o mesmo do Corridoio Vasariano – projetou um grande palácio para ser a sede administrativa e judiciária da cidade. Hoje o edifício abriga milhares de obras de arte do mundo todo, entre esculturas, pinturas, e miniaturas.

Uffizi_Gallery,_Florence

Galleria degli Uffizi e Palazzo Vecchio ao fundo

6 – PIAZZA DELLA SIGNORIA: PALAZZO VECCHIO, LOGGIA DEI LANZI E FONTANA DEL NETTUNO
A praça é o coração político da cidade desde épocas medievais e acolhe as três construções citadas acima. Ainda hoje é o centro da vida social, civil e política de Florença.

O Palazzo Vecchio é mais um daqueles lugares que você vai querer fotografar e a foto não vai sair como você quer, pois é impossível fotografa-lo por inteiro. Tenho um monte de foto dele aos pedaços, dá pra fazer um quebra-cabeças.

Na Loggia dei Lanziexistem várias esculturas, entre elas a famosa escultura de Cellini, o Perseu em bronze e o Rapto das Sabinas, de Giambologna.

A Fontana del Nettuno, à esquerda do Palazzo Vecchio, representa o deus do oceano e foi construída para comemorar a inauguração de um aqueduto da cidade.

IMG_3603

Um pedacinho do meu quebra-cabeças da praça…

 

IMG_3587

Uma das esculturas da Loggia

7 – PALAZZO PITTI
A construção que foi residência dos duques da Toscana e do rei da Itália hoje é um museu com importantes pinturas, esculturas, porcelanas, além de ser um ambiente histórico muito bem conservado.

Palazzo Pitti
8 – MERCATO CENTRALE
O mercado central reabriu suas portas este mês e está completamente renovado.

Além de conhecer a autêntica gastronomia italiana e fazer compras – algumas lojas enviam para o Brasil – também é o lugar ideal para almoçar, jantar ou tomar um aperitivo.

Olhe para cima de novo: o lindo teto de ferro e vidro é obra de Mengoni, o mesmo arquiteto que projetou a Galleria Vittorio Emanuele em Milão.

IMG_3459

O andar de cima do mercado é um ótimo lugar para um lanchinho gourmet rápido.

NA PRÁTICA

Para comprar ingressos para os museus de Firenze, clique aqui.

Compartilhe!

Sobre o autor

Ana Grassi é especialista em língua, cultura e turismo para a Itália. Fundadora, autora e editora do blog ITALIAna, trabalha como travel designer há 10 anos; isso quer dizer que realiza o sonho dos viajantes que querem conhecer a Itália, com um roteiro personalizado e exclusivo!

9 Comentários

  1. Olá!
    Estou planejando uma viagem para Itália. Faremos apenas um bate-volta em Florença. Vc acha que esse roteiro que vc fez dá para ser visto em um único dia?
    Muito obrigada!

    • Ana Grassi on

      Oi Roberta, não, não dá… a não ser que você faça tudo correndo…
      Baci,
      Ana

    • olá Ana, estou indo para a Itália agora em novembro e gostaria de saber se é mais vantajoso comprar os ingressos dos passeios antecipadamente pelo site?
      Obrigada!
      Andréa

      • Ana Grassi on

        Oi Andrea, tudo bem? Sim, acho muito vantajoso comprar antecipadamente porque você além de garantir o ingresso, evita as enormes filas!
        Boa viagem!
        Ana

  2. Toscana…
    Uma viagem desejada desde sempre, desde filmes, reportagens, revistas, histórias. Até que decidir concretizar esse sonho e pesquisar tudo para viagem e montar meu roteiro, quando me deparei com site ItaliAna e com a Ana! Tudo se tornou mais fácil, mas factivel, ela me ajudou a tornar sonho realidade de da maneira que exata que eu queria, Roteiro Personalizado e o zelo da Ana em fazer esse roteiro, de acordo com minhas expectativas, fez com que a viagem superasse minhas expectativas e eu ficasse mais apaixonada pela Região da Toscana. Posso garantir que é tudo que esta nesse Blog e muito mais.

    Obrigada Ana pelo carinho e pelo roteiro.

    • Ana Grassi on

      Querida Roberta, o prazer foi meu em ajuda-la a transformar seu sonho em realidade!!

      Obrigada a você!!

      Un bacio nel cuore…

      Ana

    • Patricia on

      Ana, tudo bem? VI seu comentário… Vou a Itália e pretendo conhecer bem a Toscana. Tenho 15 dias no total. Você se incomodaria de passar suas dicas? Número de dias? Hotéis? Estarei só e não procuro hotéis caros. Muito obrigada,

Deixe uma Resposta