Você pode ir para a Toscana e voltar desapontado por não tem encontrado aquela “Toscana de cartão postal” no seu itinerário.

Mas eu posso te garantir que essa Toscana não é só real em fotos e telas de cinema: ela realmente existe! E fica no Val d’Orcia.

Neste post vou mostrar para vocês onde encontra-la e como explora-la.

Val d’Orcia

Val d’Orcia é aquele lugar que vai fazer você se sentir na Toscana dos seus sonhos! Um vale com as colinas mas altas de toda a região, capaz de tirar seu fôlego diante de tanta beleza.

As principais cidades do Val d’Orcia são: Montalcino, Pienza, Castiglione d’Orcia, Radicofani e San Quirico d’ Orcia.

Dica da Ana: A região do Val d’Orcia  não foi feita para se passar correndo, pois é uma viagem de apreciação, perfeita para quem quer uma viagem lenta, ao estilo do slow travel.

As estradinhas que serpenteiam colina acima e abaixo parece que foram construídas de propósito para que o visitante passe por lá devagar, suspirando em cada curva e se surpreendendo com a natureza exuberante e farta, com as vilas e os burgos isolados no meio de vastos campos ou no alto das colinas. Isso sem falar dos girassóis, dos bosques de oliveiras, dos parreirais, dos ciprestes…

O Val d’Orcia pode ser explorado à pé, de carro, de bicicleta e até a cavalo.

São vários itinerários que podem ser percorridos. Para quem gosta de vinho, sugiro que faça o itinerário nos arredores de Montalcino, para quem quer fazer altas fotos, o itinerário certo é o que está entre Radicofani e Contignano, bem em frente ao Monte Amiata (o vulcão inativo mais alto da Itália).

Abaixo, indico os passeios imperdíveis para quem quer visitar essa região, separados por temas:

1 – Termas

Bagno Vignoni (San Qurico d’Orcia)

Uma área termal utilizada desde os tempos romanos. A água salgada que sobe de uma profundidade de 1000 metros a 52 graus bem no centro do burgo. É a famosa e única Piazza d’Acqua (praça de água).

A água tem propriedades curativas, devido à alta concentração de sulfato de magnésio e sulfato de cálcio, e é conhecida por tratas as doenças dos ossos e da pele.

Bagni San Filippo (Castiglione d’Orcia)

Tal centro termal é conhecido desde épocas antigas, dizem mesmo que a origem do centro termal é etrusca.

Cientistas comprovaram que a água desta terma cura doenças de pele, reumatismo, artrite e doenças respiratórias.

2 – Igrejas

Monastero Sant’Anna in Camprena

Este é o monastério onde foi filmado “O paciente inglês”. Hoje, no edifício do monastério funciona uma groturismo e é possível se hospedar lá.

A igreja dedicada a Sant’Anna (1517) ainda é consagrada e mantém suas características originais.

 Abadia de Sant’Antimo

É um monastério construído entre os séculos XI e XII em estilo românico toscano, no vale da torrente Starcia. Leia mais sobre esse lugar que é Patrimônio da UNESCO, clicando aqui.

3 – Produtos eno-gastronomicos típicos

Vinho

O vinho mais conhecido do Val d’Orcia é o Brunello di Montalcino, inventado por Ferrucccio Biondi Santi em 1888.

Mas, além do Brunello, existem outros bons vinhos na região, como o Rosso di Montalcino e o Orcia DOC.

Visite uma das inúmeras vinícolas que elaboram o Brunello. Minhas sugestões (clique no nome da vinícola para ler mais):

  • Castello Banfi: visitas guiadas à vinícola, degustação e almoço
  • Vinícola Máté: degustação de vinhos

Mais produtos tradicionais da Toscana

  • azeite de oliva DOP Terre di Siena, com um gosto amargo e picante
  • mel de castanha, de girassol e de mil flores
  •  salames e queijo pecorino (um queijo de leite de ovelha produzido desde a pré-história, segundo os arqueólogos)
  • açafrão

Na prática

A melhor forma de explorar a região é de carro.

Fiz um mapa para você se perder pelas estradas do Val d’Orcia…afinal, esse é o objetivo, certo? Confira!

Leia mais

Post Índice – Toscana

Compartilhe!

Sobre o autor

Ana Grassi é especialista em língua, cultura e turismo para a Itália. Fundadora, autora e editora do blog ITALIAna, trabalha como travel designer há 10 anos; isso quer dizer que realiza o sonho dos viajantes que querem conhecer a Itália, com um roteiro personalizado e exclusivo!

Deixe uma Resposta